10/01/2007

Safra dos anos 20


Nos anos vinte nasceu um bando de saxofonistas notáveis - Illinois Jacquet, Arnett Cobb, Gene Ammons, Lucky Thompson, Paul Gonsalves, Dexter Gordon, só para citar alguns - que são protagonistas de grande parte da história do jazz. Nessa mesma década, em 1920 para ser preciso, nasceu mais um: Jimmy Forrest. No final dos anos quarenta, ele substituiu Ben Webster na orquestra de Duke Ellington onde se destacou por suas performances notáveis (é desse período o apelido Night train, em função do pungente blues por ele interpretado). A sua parceria com Harry "Sweets" Edison também rendeu bons momentos musicais (o quinteto contava com Elvin Jones, Gene Ramey e Jimmy Jones). A safra de Forrest, sob a égide de Lester e Hawkins, traz como novidade a redução significativa daquele famoso tremolo que assolava as interpretações do período (parece cantor fazendo gargarejo), o que propiciou um tipo de interpretação menos mela-cueca (como se diz por aí) das belas canções que estavam à disposição dos mestres. Parafraseando mr. Reinaldo, até as baladas ficaram mais alegres sem os tremolos. O disco que eu estou ouvindo, Soul street, é uma coletânea que mostra Jimmy Forrest trabalhando em diversas formações (quinteto, sexteto e com a bigband de Oliver Nelson), fato que nos permite melhor sentir e avaliar a eficácia do sopro desse velho ícone. Deixarei a faixa-título no Gramophone by Salsa, nela se somam mais dois tenores: King Curtis e Oliver Nelson (os solos estão nessa ordem). Divirtam-se.
PS - Gostaria de dedicar esse tema ao saxofonista português Rui Azul, que recentemente nos fez uma visita, e, na retribuição (eu o visitei no http://registosautonomos.blogspot.com), deparei-me com um texto no qual ele reclamava de os jovens músicos jazzistas (talvez lá, como cá, os jovens não tenham muito contato com as boas fontes do jazz) pouco usarem do bom e velho blues em suas jams. Que Forrest sirva de inspiração para todos.

2 comentários:

Salsa disse...

Prezados,
A conexão com o Bolt está complicada. Em breve tentarei postar a música.

danilo disse...

Eu consegui ouvir. O Forrest entra arrasando.