30/03/2007

Fabiano Araújo - the music from Vitória

A postagem de hoje é, para mim, especial. Daqui há alguns poucos dias acontecerá o lançamento do cd Aleph, do jovem pianista vitoriano Fabiano Araújo. É uma data especial porque eu praticamente participei do seu "debut" no metiê da música instrumental capixaba. Na época, ele ainda era pouco mais que um adolescente estudante de engenharia (daqueles que só tiram 10 nas provas) e que, nas horas vagas, dedilhava temas de Bill Evans e Chick Corea. Convidei-o para tocar nos botecos da ilha e ele prontamente aceitou. Depois de alguns meses, Fabiano, com o apoio de sua família, resolveu investir tudo na música: abandonou a engenharia e fez vestibular em Campinas, onde fez a sua formação e ganhou experiência como músico. Ele faz parte de uma geração que efetivamente tem alterado a concepção da música aqui no nosso território - seja instrumental, seja pop, seja o que for. Uma geração que abriu as portas da ilha para as diversas linguagens que permeiam o universo musical, mas sempre pautado pela seriedade e pela busca de qualidade. Gradativamente, com o trabalho desses jovens músicos, temos caminhado no sentido de uma perspectiva mais profissional. Nesse primeiro disco de Fabiano, percebe-se o esforço (alcançado) de mostrar as suas fontes e a sua versatilidade como compositor e arranjador. Nele encontramos as influências de Radamés Gnatalli, Villa-Lobos e até Schoenberg (sua dissertação de mestrado versou sobre a aplicação dos seus ensinamentos na música popular), isso feito de um modo sutil que nos propicia bons momentos. O time que o acompanha é formado por Wanderson Lopes (violão, upright bass, viola caipira) Edu Szajnbrum (bateria, percussão) Carlos Martau (Bandolim, baixo) Mario Seve (sopros) Fausto Borem (Contrabaixo arco) e Flávio Mattos (baixo elétrico e up-right bass) - rapaziada cuja competência poderá ser averigüada na audição do cd e no show de lançamento. Aleph é um disco para ser ouvido com atenção, pois os seus segredos emanam dos detalhes dos temas. A sua complexidade, no entanto, é amenizada pelas melodias delicadas e pela adoção das linguagens rítmicas que proliferam no Brasil. Isso é possível ser observado no tema Choro-frevado, que eu deixarei para a apreciação do navegante. Meus parabéns para Fabiano, pelo belo trabalho e, também, para Vitória, por possuir um filho que, apesar das dificuldades, consegue produzir coisas belas.



O lançamento acontecerá no dia 19 de abril de 2007 no Teatro Carlos Gomes, Centro de Vitoria, ES.
Quem quiser conhecer o trabalho completo conecte fabianoaraujo@mail.com

13 comentários:

Reinaldo Santos Neves disse...

Que tal fazermos lá no porto uma reunião extra do clube nessa quarta-feira?

Reinaldo Santos Neves disse...

Ouvindo pela enésima vez Autumn in New York, com Clifford Brown, no Gramophone Salsa, tenho de admitir que, para mim, é a versão definitiva e imbatível do tema.

Como é que fomos esquecer do grande Brownie no nosso poll?

Salsa disse...

Eu não esqueci: sapequei lá. Quanto ao encontro, lá estarei.

Velhinho de Copacabana disse...

Impressionante. Vitória está bem representado.

Salsa disse...

Destaque-se que, na capa, está reproduzida uma tela de nosso querido renascentista Dan Mendonça (médico otorrinolaringologista, pescador, artista plástico e "lutiê" - tem produzido instrumentos de cordas que são verdadeiras esculturas com som de boa qualidade)

Minerim de Guarapari disse...

Deve di ter gente de minas nesse disco. Tá muito bom.

John Lester disse...

As cidades portuárias costumam fazer bom jazz. Aliás, o jazz nasceu (New Orleans) e se mantém vivo (New York) em cidades portuárias. Que Vitória saiba aproveitar essa vocação.

Reinaldo Santos Neves disse...

Excelente peça instrumental. Se o resto do cd for nesse nível, aleluia! E João Luiz Mazzi que não venha dizer que não é jazz. Seja que nome tenha ou não tenha, meu ouvido curtiu.

João Luiz disse...

Meu ouvido também curtiu mr.Reinaldo. Excelente pianista o Fabiano.

g picanco disse...

Belíssimo tira-gosto o "Choro-frevado". Pelo jeito todas as demais devem ter a mesma qualidade. Como será possível os fora da Ilha adquirirem o album (com direito à bela capa)?

Deixem um e-mail para contato.

Esse blog sempre me deixando satisfeito.

Salsa disse...

Prezado Picanco,
Entrarei em contato com Fabiano para saber como será a distribuição.

Manuela disse...

Muito bom! Btw é o nome do meu conto preferido (Borges)! Vem pra SP Fabiano.

Anônimo disse...

Mу coԁer is trying to сonvincе me to moνe to .
nеt from PHΡ. ӏ havе alwayѕ
dіѕliked the idea becauѕe оf
thе costs. But he's tryiong none the less. I've been using WοrdΡress on a νaгiеty οf websitеѕ for about a yeaг аnd am concernеԁ about sωitching to another
platform. I have hearԁ greаt things аbout blοgenginе.

nеt. Iѕ thеre а way I cаn trаnѕfеr аll my wordρreѕs content into it?

Anу hеlp woulԁ be reallу
appгeciated!

my blοg :: criar p঩na facebook blog