25/04/2007

Willie Smith

.
Quando Mr. Salsa resenhou sobre o álbum After Midnight, de Nat King Cole, lembrei imediatamente do saxofonista Willie Smith, que participa da gravação. Willie foi um dos três maiores saxes alto do swing, ao lado de Johnny Hodgers e Benny Carter. Mulato de cabelo alisado, Willie possuía uma sonoridade clara, possante e muito bonita. Guardadas as devidas proporções e velocidades, em alguns momentos Willie parece antecipar parte da linguagem do genial Charlie Parker. Apesar de ter se formado em química, o negócio de Willie era mesmo a música. Ainda bem novo, aos 19 anos, já estava contratado pela famosa orquestra de Jimmy Lunceford. Mais tarde se associou a Harry James, ao mesmo tempo em que atuava em pequenos grupos e em apresentações especiais, como o JATP. Para os amigos navegantes poderem apreciar o som de Willie, preparei uma nova forma de audição: clicando no link
  • Willie Smith


  • você poderá escolher as faixas que deseja ouvir e, se você quiser, poderá baixá-las para seu computador. As faixas são as seguintes: 01) All the Things You Are; 02) Blues at Sundown; 03) Experiment Perilous, Pt. 1 and 2; 04) I Found a New Baby; 05) I Never Knew, Pt. 1 & 2; 06) Not So Bop Blues; 07) Sophisticated Lady; 08) Tea for Two; 09) The Sphinx e 10) Willie Weep for Me. Elas foram gravadas entre 1945 e 1951. Os músicos que acompanham Willie são: Buddy Childers, Howard McGhee, Cat Anderson, Ray Nance (t), Juan Tizol (tb), Vido Musso, Luck Thompson, Paul Gonsalves (ts), Russell Procope (cl), Andre Previn, Arnold Ross, Dodo Marmarosa, Duke Ellington (p), Barney Kessel (g), Eddie Safranski, Red Callender (b), Lee Young, Nick Fatool, Jo Jones (d). Ao clicar no link
  • Willie Smith


  • será solicitada uma senha para acesso aos arquivos. Claro que a senha é jazzseen. Boa audição!


    10 comentários:

    augusto carlos disse...

    Baixei todas Lester!

    Valeu!

    Salsa disse...

    Muito bem pensado, Lester. Tomarei essa providência.

    thiago disse...

    Não conhecia esse tal de Willie. Beleza de som!

    Frederico Bravante disse...

    Su blog es raro Mr. Lester.

    PREDADOR.- disse...

    Com este texto e as músicas interpretadas por Willie Smith, a sanidade foi reestabelecida. Até que enfim. Já não aguantava mais tanta baboseira.
    Willie Smith, apesar de ser pouco conhecido, foi um excelente saxofonista, pautando suas interpretações com boa técnica e swing invejável, além de ser um ótimo improvisador de melodias. Parabens sr. Lester!

    Manuela disse...

    Valeu Mr. Lester!

    [descobri quem é a figurinha]

    Abílio disse...

    Manuela, conta p'ra gente. Quem é a figurinha ?

    alberto disse...

    Que estória é essa de figurinha???

    Manuela disse...

    não não.
    haha

    [mas ouçam as músicas. eu estou adorando]

    Reinaldo Santos Neves disse...

    Que surpresa, Lester, e que presente. Baixei sem nem ouvir, confiando sobretudo no seu ouvido e no do famoso predador da sangria desatada. Estou ouvindo agora e curtindo. As faixas rápidas e os blues são ótimos; as baladas pecam um pouco pelos arranjos xaroposos. Mas valeu, e muito.