10/02/2008

50th Grammy Awards: The Winners List


Oi gente, acabei de conhecer os vencedores do 50º Grammy. Segue o resultado relativo ao jazz - os vencedores estão em amarelo. Beijo!





.
Category 45 - Best Contemporary Jazz Album
(For albums containing 51% or more playing time of INSTRUMENTAL tracks.)

Party Hats - Will Bernard [Palmetto Records]
Downright Upright - Brian Bromberg [Artistry Music]
Re-imagination - Eldar [Masterworks Jazz]
River: The Joni Letters - Herbie Hancock [Verve]
He Had A Hat - Jeff Lorber [Blue Note]
Category 46 - Best Jazz Vocal Album
(For albums containing 51% or more playing time of VOCAL tracks.)
Avant Gershwin - Patti Austin
[Rendezvous Entertainment]


Red Earth - A Malian Journey - Dee Dee Bridgewater
[DDB/Emarcy]


Music Maestro Please - Freddy Cole
[HighNote Records]


Nightmoves - Kurt Elling
[Concord Jazz]


On The Other Side - Tierney Sutton (Band)
[Telarc Jazz]



Category 47 - Best Jazz Instrumental Solo
(For an instrumental jazz solo performance. Two equal performers on one recording may be eligible as one entry. If the soloist listed appears on a recording billed to another artist, the latter's name is in parenthesis for identification. Singles or Tracks only.)

Levees - Terence Blanchard, soloist
Track from: A Tale Of God's Will (A Requiem For Katrina)
[Blue Note]


Anagram - Michael Brecker, soloist
Track from: Pilgrimage
[Heads Up International]


Both Sides Now - Herbie Hancock, soloist
Track from: River: The Joni Letters
[Verve]


Lullaby - Hank Jones, soloist
Track from: Kids: Live At Dizzy's Club Coca-Cola (Joe Lovano and Hank Jones)
[Blue Note]


1000 Kilometers - Paul McCandless, soloist
Track from: 1000 Kilometers (Oregon)
[CamJazz]



Category 48 - Best Jazz Instrumental Album, Individual or Group
(For albums containing 51% or more playing time of INSTRUMENTAL tracks.)

Pilgrimage - Michael Brecker
[Heads Up International]


Live At The Village Vanguard - The Bill Charlap Trio
[Blue Note]


Kids: Live At Dizzy's Club Coca-Cola - Joe Lovano And Hank Jones
[Blue Note]


Line By Line - John Patitucci
[Concord Jazz]


Back East - Joshua Redman
[Nonesuch Records]



Category 49 - Best Large Jazz Ensemble Album
(For large jazz ensembles, including big band sounds. Albums must contain 51% or more INSTRUMENTAL tracks.)

A Tale Of God's Will (A Requiem For Katrina) - Terence Blanchard
[Blue Note]


Eternal Licks & Grooves - The Bob Florence Limited Edition
[MAMA Records]


Hommage - The Bill Holman Band
[Jazzed Media]


Sky Blue - Maria Schneider Orchestra
[ArtistShare]


With Love - Charles Tolliver Big Band
[Blue Note]



Category 50 - Best Latin Jazz Album
(Vocal or Instrumental.)

Funk Tango - Paquito D'Rivera Quintet
[Paquito Records]


The Magician - Sammy Figueroa And His Latin Jazz Explosion
[Savant Records]


Borrowed Time (TIEMPO PRESTADO) - Steve Khan
[Tone Center Records]


Refugee - Hector Martignon
[Zoho]


Big Band Urban Folktales - Bobby Sanabria Big Band
[Jazzheads]

9 comentários:

PREDADOR.- disse...

O que é que se pode comentar sobre estas porcariadas ? Nada, mas valeu a publicação. Já não se faz jazz nem música como antigamente. Sou mais o Salsa e seu trio.

thiago disse...

é... sinistro...

Vinyl disse...

Eu vi o Herbie na tv, emocionado, mãos trêmulas (o discurso caiu e ele nem notou), parecia um adolescente. Ele merece a premiação, mais pela sua história. O disco premiado guarda um hibridismo saudável, tanto para o pop quanto para o jazz. Saúde representada por sua busca de novos standards, que arejam um pouco o repertório dos jazzistas. Agora, o disco do Michael é o pior de todos. Acho o de Hank & Lovano e Joshua muito mais interessantes.É a tal da homenagem póstuma.

vanessa disse...

dizem que é tido carta marcada...me nego a acreditar, mas a indústria da música é fogo.
Então, nem ligo mais a tv pra ver isso.

Sergio disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Sergio disse...

Perdoa, Vanessa, nem a conheço. É sobre o que está escrito que opino: se negue não a acreditar... É tipo carta marcada sim! É o mercado que determina. E julga e condena e premia ou absolve. E se uma das formas de se saber a verdade é ligando a televisão - nos jornais o fato é tratado mais detalhadamente até pra quem não lê nas entrelinhas - assista. Você sabe: tem a ver com nossas vidas. E é sempre melhor saber do que passar ao largo, no mínimo, para não ser pego de surpresa mais adiante.

Quanto ao Herbie, nem ouvi o álbum e já estou concordando com o Vinyl.

PREDADOR.- disse...

É isso aí. Esta geração mais nova que não conheceu, nem quer conhecer os trabalhos de um Bud Powell, Elmo Hope, Thelonious Monk, Bill Evans, Wynton Kelly, Lennie Tristano, Hank Jones, Joe Albany, Earl Hines,etc...vem dizer que Herbie Hancock que é o bom. No âmbito do jazz ele(Hancock) não chega nem perto do etc. Aguenta cambada!!!

Anônimo disse...

Nunca pensei que como judeu diria isso: "perdoa, pai, ele não sabe o que fala".Edú

John Lester disse...

Predador, trate a menina com carinho que ela vai saber apreciar Bub Powell, Lester Young e Lady Day. Quanto aos barbudos, que ouçam axé.

Fiz e sei, JL.