09/05/2009

That old feeling

O Jazzseen não poderia conceber presente de aniversário mais adequado que o traço sertanejo de Tobias Serralho que, conquanto amigo de longa data, surge em maio de 2009 como nosso mais novo colaborador. Sim, nosso blog agora já engatinha sorridente por essa pedregosa estrada virtual, sempre auxiliado pelas mãos dedicadas de Salsa, Paula, Frederico, Roberto, Heide, Grijó, Edù, Buddy, mais Tobias. Quanto aos demais amigos, seria injusto não dedicar um abraço especial para os visitantes contumazes Olney, Pedro, Marília, Danilo, Elisa, Vagner, Don Oleari, Osvaldo, Sérgio, Cigarra, André, Sandra, Thiago, Predador, Augusto e Olmiro. A todos os demais, pedimos desculpas por nossos erros e agradecemos as visitas, críticas e sugestões. E não é apenas só isso: como fazemos todos os anos, fica lançado aqui e agora o Desafio Jazzseen: o primeiro visitante a acertar dois dos cinco músicos que tocam na faixa ganhará totalmente de graça e gratuitamente, sem qualquer custo de armazenagem, frete, seguro ou capatazia, o box set lacrado That Old Feeling, com quatro cd’s de Zoot Sims, da série Quadromania, da Membran Records alemã. Boa sorte a todos!

48 comentários:

Sergio disse...

Feliz aniversário a todos desta casa. Não custa repetir: a melhor casajazzy do planeta "bola de lama", como diria meu mestre Rabelais!

Nem li o texto ainda seu Lester, mas sabes tu como é sincero - e que lerei.

Outrossim é que, depois do Jazzseen (ó q rima boa) aprendi muito sobre a melhor música do mundo.

Agora, às palavras.

edú disse...

Aniversário q sei é na semana q entra (rs,rs,rs).Bom final de semana a todos.

Sergio disse...

Lido. Sê bem vindo seu Serralho!

Em tempo: q diabos significa "capatazia"?

"No âmbito do trabalho portuário, capatazia é a atividade de movimentação de mercadorias nas instalações de uso público, que compreende o recebimento, a conferência, o transporte interno, a abertura de volumes para a conferência aduaneira, a manipulação, a arrumação, a entrega e ainda o carregamento e descarregamento de embarcações com uso de aparelhamento."

Intão tá. Tô dizendo que vcs são ilustrados até em demasia?...

Congratulations.

Érico Cordeiro disse...

Capitão Lester,
Parabéns a você e a toda a tripulação da nave jazzseen.
Vida longa e próspera.
Abraços fraternos,

Vagner Pitta disse...

sou grato pela menção e ainda mai grato pelo conteúdo!


Ao J. Lester e seus companheiros - incluindo o novo colaborador Tobias Serralho - só posso paraenizá-los por este espaço dedicado ao jazz e à boa cultura dos livros e vinhos...

quanto aos erros, eles semprem nos ensinará!

queria mesmo poder "chutar" alguma resposta nest "blindfolf test", mas acho que meus navegadores estão "de mal" com este player...mas, boa sorte aos que tentarem!!!

Parabéns e muitos anos de vida ao Blog Jazzseen!

Vagner Pitta disse...

sou grato pela menção e ainda mai grato pelo conteúdo!


Ao J. Lester e seus companheiros - incluindo o novo colaborador Tobias Serralho - só posso paraenizá-los por este espaço dedicado ao jazz e à boa cultura dos livros e vinhos...

quanto aos erros, eles semprem nos ensinará!

queria mesmo poder "chutar" alguma resposta nest "blindfolf test", mas acho que meus navegadores estão "de mal" com este player...mas, boa sorte aos que tentarem!!!

Parabéns e muitos anos de vida ao Blog Jazzseen!

Vinyl disse...

Parabéns ao Jazzseen.
Tenho estado afastado, mas cheguei em tempo para a festa.
Seria sonny o tenorista?

Sandra Leite disse...

Caros

Parabéns pelo espaço dedicado à arte, música e sobretudo ao Jazz.

abraços

thiago disse...

saxofonista nocivo

Salsa disse...

Prezado Lester,
Sinto-me honrado de ter participado dos primeiros momentos desse que, sem dúvida, é um dos melhores espaços sobre o jazz que balançam na rede. Se a minha adega não estivesse às moscas, esse seria o especial momento para abrir aquela bela garrafa de encorpado vinho. Parabéns, meu velho.

Don Oleari disse...

Mr. John Lester:

Quando digo que o jazzseen e o jazzigo são meus "blogs de jazz de cabeceira" não é apenas uma mera frase qualquer.
Aliás, "uma mera frase qualquer" não passa mesmo de um mera frase qualquer, nememo?

O que digo é que depois de abilolar pela rede infhernética, vocês atenderam o que eu queria: ler bons textos, boa informação, boas contendas, bom humor, e conhecer muito som dusbão que não conheci quando criancinha.

Parabéns, acho pouco proceis. Vocês merecem uma passeata de aplauso.
Em tempo: aproveito pra convidar meu prezadíssimo e admirado Mr. Salsa para um vinhizim manero, por conta da minha conta.

Abraços gerais. Espero continuar desfrutando da inteligência doceis.
Do Oleari, monki de auditório.

Salsa disse...

Oleari,
Hoje eu vou tocar rock'n'jazz com seu filhote.
Vá e leve seu ouvido punk e a garrafa de vinho.

Érico Cordeiro disse...

Pô, tá todo mundo fugindo do teste. Tá bom, tá bom, vou ser o boi de piranha nesse negócio, afinal, como diria aquele célebre goleiro do Íbis, "o importante é participar" (E viva o barão de Coubertain!).

Trompete: Warren Vaché
Sax tenor: Scott Hamilton
Piano: Kenny Barron
Baixo: George Mraz
Bateria: Roy Haynes

Alea jacta est.
PS.: Dá ao menos uma dica, Capitão Lester.
Abraços

John Lester disse...

Prezado Vinyl, sinto reportar que o saxofonista não é Rollins.

O desafio continua.

Grande abraço, JL.

figbatera disse...

Parabéns!
É aqui mesmo que encontramos sempre boa informação, boa música, bons textos, bons amigos.
Vida longa ao blog!

Danilo Toli disse...

Prezado Lester, seriam Johnny Griffin no sax tenor e Roy Hargrove no trompete?

John Lester disse...

Prezados Érico e Danilo, sinto reportar que nehum dos músicos citados pelos senhores toca na faixa em apreço.

Atendendo a pedidos, vai uma dica: o álbum foi gravado ao vivo, em Paris, em 1992.

Boa sorte!

ts disse...

Shelly Manne na bateria?

olmiro muller disse...

Parabéns ao Jazzseen ( e a seu digníssimo editor, o venerável Mr. Lester) por mais um ano de vida. Que continue sempre o bom jazz, o debate sadio e o respeito às opiniões e preferências divergentes.

Augusto Carlos disse...

Tá difícil...

Catena disse...

Hola John Lester! en el día de tu cumpleaños el equipo de Wamba te desea muchas felicidades!!!

edú disse...

Parabéns JL, hj é seu dia.O aniversário do blog, por enquanto, somente dia 30.Abraço.

Érico Cordeiro disse...

Bom, vai aí mais uma tentativa:

Sax tenor: Houston Person
Trompete: Carmell Jones
Piano: Mulgrew Miller
Baixo: Jesper Lundgaard
Bateria: Mickey Roker

Bom, não há nada nas regras que diga que não se pode concorrer mais de uma vez, né?
Abraços!

figbatera disse...

Se o bem informado edú falou, não tem erro; então, envio tb os meus PARABÉNS ao Lester.
Muita saúde e sorte, amigo!

John Lester disse...

Agradeço os gentis votos e aproveito para parabenizar o corojaso amigo Érico, guerreiro maior de nosso blind test. Infelizmente, nem ele nem os demais participantes obtiveram êxito.

O desafio continua!

Abílio disse...

Lá vai: Eric Alexander no tenor e Jeremy Pelt no trompete???

Valeu!

F. Grijó disse...

Amigo JL, o Jazzseen faz parte de uma formação pessoal.
Eu agradeço por tudo. Sempre, cheio de orgulho por ter algumas de minhas postagens nesse terreno tão fértil.
E que a vida seja longa.

Anônimo disse...

Parabéns, Jazzseen, um dos melhores blogues de jazz do universo! Que continue com o mesmo entusiasmo e bom gosto é o que desejo ao grupo que lhe dá o fôlego e ao seu impulsionador, John Lester.

Um grande abraço do outro lado do Atlântico.

P.s. Só não consigo abrir o som para tentar responder ao repto.

Cigarrajazz

John Lester disse...

Prezada Cigarra, que seu canto prossiga incólume em direção à beleza.

Grande abraço, JL.

PREDADOR.- disse...

Parabéns Jazzseen pelo aniversário e ao sr.Lester, que conheço desde os primórdios de sua iniciação jazzistica. Após suas árduas pesquisas, audições e leituras neste vasto mundo do jazz, contamos hoje com um Lester experiente, dominando todas as suas nuances, brindando-nos, por intermédio de seu blog, com textos inteligentes, elucidativos, abrangendo vários estilos de jazz, que muitas vezes, geram polemicas " homéricas", mas sempre retratando fielmente seus conceitos e convicções . Mais uma vez, parabéns Lester! Quanto ao teste não me atrevo a opinar: é coisa de maluco.

Marília disse...

Bem, serei a primeira menina a tentar a sorte: Lew Soloff no trompete e George Young no saxofone. Acertei?

Beijossssss

Ovídio disse...

Salsa npo tenor e firmino no trumpete

pituco disse...

feliz aniversário ao site bacanudo...

respondendo à charada...
michel sardaby quintet
do álbum straight on
o tema...blissful breeze

Michel Sardaby piano
Ralph Moore tenor sax
Louis Smith trompet, flughorn
Peter Washington bass
Tony Reedus drums

acertei?
amplexosonoros
namaste

John Lester disse...

Prezados amigos, sou forçado a comunicar que nosso amigo "pituco" acertou em cheio o Desafio Jazzseen, fazendo jus, portanto, ao prêmio.

Aguardo e-mail com nome e endereço para que o box set lhe seja enviado gratuitamente.

johnlestervix@hotmail.com

Grande abraço a todos, JL.

thiago disse...

pituco é sinistro

Érico Cordeiro disse...

Parabéns ao Pituco pelo conhecimento enciclopédico.
Postei uma resenha sobre o Louis Smith no JAZZ + BOSSA (falando do disco Here Comes Louis Smith), mas essa gravação eu não conhecia (todavia, já mandei o pedido pro Amazon - serão 32 dias de ansiedade!). Engraçado é que o Ralph Moore (assim como o Houston Person e o Scott Hamilton) é "novo" mas tem um fraseado de cara das antigas (lembra um pouco Coleman Hawkins ou Gene Ammons, por exemplo).
Abraços a todos.

Guzz disse...

salve grande John Lester
um happy birthday a "la big band" e com a certeza de que aqui é um espaço obrigatório para o mundo do jazz e da boa música

abraço

John Lester disse...

Valeu Guzz, obrigado pela visita e parabéns pelo excelente trabalho desenvolvido no CJUB.

Grande abraço, JL.

Nosso Vinho disse...

Oi John
Eu sou o Paulo Queiroz do blog NOSSO VINHO, venho até aqui ara lhe agradecer a visita e dar os parabéns pelo aniversário do seu blog, que eu não conhecia, mas vou frequentar. Muito bom. Este vinho ai ao lado, o Peñalolen, faz parte do acervo do Nosso Vinho. de uma olhada em outros da mesma Bodega em
http://nossovinho.com/?p=4662
Um abraço
Paulo

rosalux disse...

peço licença para entrar no blog de vez em quando e conhecer um pouco de jazz - pensei que soubesse alguma coisa mas acho que parei na década de 50 .... juro que não era adulta na década - nasci nela apenas...
cheguei ao blog procurando informações sobre a foto de art kane (motivo da viagem de tom hanks no filme "o terminal" visto recentemente por mim, sempre atrasada); havia me encantado com a foto quando a vi pela primeira vez num barzinho super gostoso em lençóis (ba)tempos atrás.
moro em salvador, e a cena musical jazzistica aqui praticamente não existe. fico em casa ouvindo cds e agora vou incluir o jazzseen na minha rotina.
bom encontrar vocês.
axé!!! (saudação e não música)

rosalux

Sergio disse...

Môó joguin de cartas marcadas! Parabéns, pituco!, seja lá vc quem não for. No fim é vero q tem um fundo falso nessa parada. Ah, eu não me conformo!

John Lester disse...

Prezados amigos, obrigado pelas visitas.

E, Sérgio, você, como um dos mais antigos amigos do Jazzseen, sabe que não brincamos com coisa séria. Todos os visitantes tiveram a oportunidade de participar em paridade de armas de nosso Desafio.

O vencedor, Pituco, apesar de eu não conhecê-lo, tem nome e CEP. Por questões de educação e segurança, digo apenas que seu sobrenome é Freire e mora em São Paulo, Capital. E é para lá que enviarei o prêmio na semana que vem.

Caso nosso amigo vitorioso queira falar mais sobre seus conhecimentos jazzísticos, ficarei grato. Afinal, poucas pessoas têm ouvido e sorte tão apurados.

Grande abraço, JL.

Anônimo disse...

Sergio, é só entrar no blog do Pituco, tá tudo lá, inclusive vídeo do personagem cantando e tocando violão (bonitão, o cara...)deu até para rir com sambinhas ( O Clone e Louco por você, p.ex.)

Nenhum motivo para duvidar da lisura do "desafio"...Lester sabe a hora certa para brincadeira!

Andre Tandeta disse...

Parabens,Mr. Lester pelo aniversario do Jazzseen e pelo seu tambem.
Peço desculpas pela demora em me manifestar mas ando bastante ocupado.
Muito boa essa gravação do teste. Eu não cheguei nem perto de saber quem era. Parabens ao ganhador.
Muitos anos de vida ao Jazzseen e ao Sr.,com saude paz e amor.
Abraço

Ovídio disse...

Salsa fez uma gravação idêntica....

Roberto Scardua disse...

Prezado Tandeta, aguardamos apreensivos notícias de sua temporada na Espanha. Conte-nos tudo, não esconda nada. Principalmente o nada, aquilo que acontece nas ruas, geralmente à noite, quando todas as gatas são pardas e todos os becos levam ao mesmo lugar.

Valeu.

LeoPontes disse...

Pois é. Dizem os estudiosos que tudo relacionado ao numero nove se traduz a Eternidade. Eu, como todos os participantes deste importantíssimo Blog (por coincidencia ou não)já que hoje são os outros 9 dias transcorridos da data de aniversário de ambos, deixar aqui também a grande honra de felicita-los pelas excelentes resenhas antológicas de todos os que aqui passeiam doando seus conhecimentos pelo amor da melomania de todos.

Grande abraço ao JL
Leo

Sergio disse...

Hey, amigos, aquilo de cartas maradas foi uma piada. Nem voltei mais aqui pra ver o resto dos comentários. Ô, Lester, sou mesmo véio frequentador, me admira o sinhô, ainda não ter se acostumado com a minha fanfarronice...

Mas esquece isso. Postei meu comentário aqui pq foi o último seu escrito por si, seu Lester. Bem, encontrei (sempre ao acaso, mas com o meu faro q só faz se apurá - mto graças ao sinhô) um álbum preciosidade de um certo Leo Parker, pra encurtar conversa, acabei achando na rede um texto seu sobre o "Back To Back Baritones" q, pelo q entendi não tinhas. Bem, no endereço abaixo, baixas o dito só pra ouvir, matar saudade:

http://bebopwino.blogspot.com/2007/09/leo-parker-and-sax-gill-back-to-back.html

Mas nessa minha de testar a raridade do dito, pelo menos na Modern "Eyes of the face" Sound, e no Amazon o álbum está a venda. Enfim, tlvz não seja novidade nenhuma, mas, não custa dar uma força.
Abraços! E please, não me leve(m) (nunca) tão a sério...