22/09/2010

Desafio Jazzseen 2010: O ano do bolsa-jazz


Prezados amigos, é chegada a hora de nosso desafio anual!

Após incontáveis reuniões, nossos editores decidiram que este ano, ao contrário dos anteriores, o Desafio Jazzseen não será baseado somente em execuções de áudio, pelos motivos que seguem.

Considerando que nas edições anteriores tivemos inúmeros problemas - sim, nosso serviço de inteligência detectou que há uma série de programas que podem identificar qualquer faixa de áudio -  perde o sentido  continuarmos desafiando nossos visitantes a identificar uma faixa apenas com o auxílio dos próprios ouvidos, uma vez que sempre corríamos o risco de algum espertinho utilizar um dos tais 'programas identificadores de áudio', tornando a disputa insólita e a premiação injusta.

Sendo assim, em 2010 nosso desafio será baseado em questões sobre áudio, textos e fotografias que, acreditamos, poderão avaliar mais corretamente o conhecimento de cada um dos combatentes .

O primeiro visitante que acertar as quatro perguntas abaixo irá receber gratuitamente o espetacular Box-Set Begin the Beguine, do clarinetista e líder de orquestra Artie Shaw, com 10 CD's. O box será enviado novo e lacrado para o endereço especificado pelo vencedor, também sem qualquer custo de frete.

Pergunta 1: Qual o nome do saxofonista que toca na faixa a seguir:
.

Pergunta 2: Quais os nomes dos dois músicos acima, da esquerda para a direita?
(Caso necessário, clique aqui para ampliá-la)



Pergunta 3: Qual o nome do músico acima?
(Caso necessário, clique aqui para ampliá-la)


















































































































































































































Pergunta 4: Qual o autor do texto abaixo e qual o título do livro em que foi publicado?


[ Em 1917, o Literary Digest, ora extinto, porém então muito lido, observou que “estranho vocábulo granjeou largo uso nas fileiras dos nossos produtores de música popular; é “jazz,” empregado principalmente como adjetivo descritivo para uma banda”. Isto é um tanto vago, mas, pelo menos, prova que a palavra “jazz” se estabelecera como termo musical nos Estados Unidos antes do fim da Primeira Guerra Mundial. Ninguém sabia ao certo donde vinha a palavra, quase ninguém sabia exatamente o que significava, exceto que tinha algo que ver com orquestras de dança. Hoje, sabemos muito mais a respeito do jazz, mas ainda temos dúvidas quanto à origem da própria palavra.

Muitas teorias existem sobre a etimologia da palavra “jazz”. Quase todas são fantasiosas, sobretudo as que pretendem que “jazz” derive do nome de algum músico negro, como Jess, ou Chaz (abreviação de Charles). Mais plausível é a sua derivação do patoá negro da Luisiana, embora haja dúvidas quanto à origem francesa ou africana do radical. Uma teoria afirma que a raiz é a do verbo francês jaser, que significa tagarelar, palrar; outra sustenta que formas como jas, jass, jazz e jasz provêm de um dialeto africano. A primeira vez que a palavra “jass” (conforme então se escrevia) surgiu designando certo tipo de música foi, segundo parece, em 1915, quando no Lamb’s Café de Chicago se anunciou em cartaz uma banda de Nova Orleans como “Brown’s Dixieland Jass Band”. Contudo, segundo testemunho de Lafcadio Hearn, a palavra já era conhecida muito antes em Nova Orleans; e, certamente, a música que veio a ser chamado “jazz” existia havia vários decênios, quando do episódio de Chicago.]




E para aqueles que consideram o desafio muito difícil, o Jazzseen traz o Bolsa-Jazz, um estímulo para aqueles que amam o jazz mas ainda não dominam certas particularidades desse estilo.

Caso nenhum dos concorrentes acerte as quatro perguntas acima, o Jazzseen entregará gratuitamente o excelente álbum Lennie Niehaus Vol. 3, The Octet, novo, lacrado e sem custo de frete, para o concorrente que acertar primeiro duas ou mais das perguntas acima.

O Desafio Jazzseen será encerrado no dia em que algum visitante acertar as quatro perguntas acima ou no dia 31 de outubro de 2010, o que ocorrer primeiro.

Boa sorte!

94 comentários:

John Lester disse...

Prezado visitante, para que sua participação seja válida, suas respostas deverão ser colocadas aqui neste espaço de comentários E enviadas para o e-mail johnlestervix@hotmail.com

Somente assim poderemos identificar corretamente o ganhador do Desafio Jazzseen 2010. Boa sorte!

Vagner Pitta disse...

...legal, sou péssimo nisso rs


Amigo Lester, tu irá dizer quando e onde estaremos errando ou acertando?

Bom, gostaria de dar uma dica: afim de que a "brincadeira" tenha emoção, seria interessante cada um dos participantes responder todas as perguntas de uma vez só (isso, a cada vez que o fulano ou o sicrano for arriscar), comentando sobre os desafios e justificando suas respostas -- assim, a medida que um for errando ou outro for acertando, a gente vai eliminando as alternativas erradas.


Ok, eu começo arriscando as duas primeiras perguntas rs :


1 - O saxofonista tem um bebop fluido, mas não tem o som grave de um Sonny Rollins e nem é tão legato quanto o Trane,...aliás, parece um alto...então vou arriscar em Sonny Stitt...ou...quem sabe, Cannonball...pode ser um dos novos tbm: Antonio Hart...


2 - Na foto, o da esquerda é o saxofonista George Coleman e o da direita lembra Tommy Flanagan...mas acho que não é o Flanagan


3 - o trompetista aí desconheço, por enquanto


4 - o livro tbm desconheço, por enquanto


Abraços!

Érico Cordeiro disse...

Caro Lester, vamos por partes:

Pergunta 2 - McCoy Tyner e Eubie Blake

Por enquanto é só. Continuarei minhas pesquisas auditivas, visuais e narrativas.

John Lester disse...

Prezados amigos, considerando que o 'edital' de nosso concurso possui certa mobilidade, sendo aberto a sugestões e críticas, concordo com nosso combatente Pitta: para darmos mais tempero ao desafio, irei fornecendo paulatinamente algumas dicas para os gladiadores.

Por enquanto, o Jazzseen vence por ampla margem e nenhum dos concorrentes faz jus ao prêmio principal, nem à Bolsa-Jazz.

Grande abraço a todos!

Roberto Scardua disse...

Segura aí Lester:

1) Phil Woods;
2) Goerge Coleman e Bunk Johnson;
3) Steve Wright; e
4) Érico Cordeiro, Confesso que ouvi.

É isso?

Érico Cordeiro disse...

Vamulá, de nuevo:
1 - O saxofonista, como bem apontou o Pitta, tem um sotaque contemporâneo. Chuto James Carter, mas como o Pita mandou um monte de tentativas, arrisco Miguel Zenon e Jesse Davis.
2 - Os músicos seriam Oscar Peterson e Eubie Blake?
3 - Trompetista branco, com jeitão de europeu, que não é o Rava nem o Stanko. Chuto Dusko Goykovich, nascido na ex-Iugoslávia (não sei se hoje ele se apresenta como sérvio, bósnio, croata...).
4 - Lester, mô fio, cê sabe que sou rato de allmusic, allaboutjazz, jazz police, google, wikipedia, google books e que tais e como minha bibliografia jazzística é rarefeita, apelo prá internet. Creio que o texto está no livro "America's music: from the Pilgrims to the present", escrito pelo historiador Gilbert Chase e publicado pela McGraw-Hill.
Boa sorte pra mim :)

figbatera disse...

Ih! Eu nem me arrisco nessa; não sei de nada. Só gosto de ouvir e de tocar!

Boa sorte aos demais...

Guzz disse...

hehe sou ruim nisso tambem

mas vamos lá -

pergunta 1
o sax do tema me passa muito a sonoridade do Michael Brecker; mas não lembro de nada dele assim

pergunta 2
Mccoy Tyner e ?

pergunta 3
é o Ruby Braff

pergunta 4
parece que já li isso em algum lugar, então minha resposta e dica de livro se eu errar :
Poder Oculto da Musica, David Tame

valeu

thiago disse...

palrar? sinistro

John Lester disse...

Prezados amigos,

Antes de tudo, gostaria de agradecer a participação de todos. É muito bom ver pessoas tão interessadas no jazz.

Infelizmente, sinto informar, o desempenho dos participantes não é dos melhores. De todas as respostas fornecidas - e considerando que a última resposta é a que vale - não há nenhuma absolutamente correta.

Gostaria de lembrar a todos os combatentes que o TEXTO correspondente à Pergunta 4 está fielmente transcrito do original que possuo. Resta claro que o TEXTO não foi traduzido por mim, mas retirado de um livro em português, com título em português.

Mas é isso. Espero sinceramente que haja um vencedor do prêmio principal e um ganhador da bolsa-jazz. Por isso, aguardo novas investidas e ataques dos invencíveis defensores do jazz.

Grande abraço, JL.

augusto carlos disse...

Acredito que quebrarei a cara mas vamos lá:

1 kenny garrett no sax alto

2 mccoy tyner e bunk johnson

3 kenny wheeler

4 jazz do rag ao rock, do berendt

Fui!

Takechi disse...

O saxofonista acho que é o Francesco Cafiso.
E muito me magoou a sua alegação de que eu poderia usar um programa para saber tudo sobre um audio. O único programa que uso é o meu limitado cérebro e minhas parcas informações jazzísticas - aliás, alargadas a passos largos graças ao Jazzseen.
Grande abraço,
Takechi

PREDADOR.- disse...

Para não dizer que "passei em branco", vamos lá:
1.Saxofonista estressado só pode ser Jackie McLean;
2.McCoy Tyner embasbacado, ouvindo os sábios conselhos de vovô Acácio;
3.Quem tocava trumpete de olhos fechados era Tom Harrell;
4.Peter Tarnony em "Les Cahiers de Jazz". Convenhamos, o teste já é bastante difícil para um profundo conhecedor, quem dirá para mim um réles apreciador do jazz, e, se por acaso, algum prêmio couber a mim, renuncio-o em favor da ONG "Fundo de amparo aos neófitos do Jazz".

pituco disse...

takechi san,

omedetô gozaimassu...sekai desu

master lester,
acompanho apenas, dessa vez...rs

abraçsonoros

Anônimo disse...

Mr. Lester, a resposta tem que ser todas de uma vez? Como vou saber se acertei uma mas errei as outras...vc. avisará quando alguma for certa? E até agora ninguém acertou nada?

John Lester disse...

Nada como escrever bem um edital...

O edital é a 'alma' de um concurso e, todos sabemos, quando é mal escrito ou contém lacunas ou deixa margem a dúvidas, dá nisso.

Mas é exatamente essa nossa intenção: gerar o máximo de polêmica, discussões inflamadas, apostas desesperadas, buscas aflitas e incessantes pela vastidão da internet. Queremos tumultuar um estilo moribundo que, vejam vocês, agora está na moda segundo a revista Veja. Sim, o jazz é pop.

E tudo isso não é apenas pelo prêmio que, em si, tem grande valor musical e, sobretudo, histórico: Artie Shaw, a par de ter sido um grande clarinetista e líder, foi o primeiro dos brancos engomadinhos a entrar com seus músicos negros pela porta da frente dos hotéis, clubes e teatros, entre eles Billie Holiday, minha vocalista predileta. Artie, como diz Frederico Bravante, tinha cojones!

De tudo que foi dito até agora, há pouco que se possa aproveitar integralmente. Contudo, como vivemos numa belíssima democracia, onde cada um de nós tem o direito constitucional de eleger seu próprio verdugo, solicitarei aos participantes que publiquem suas respostas completas, ou seja, que respondam as quatro perguntas, de modo que possamos definir, na ordem, o ganhador da bolsa-jazz (mínimo de duas respostas corretas) e o vencedor do desafio (quatro respostas corretas).

Caso o combatente decida mudar seu voto, basta alterar as respostas que desejar e publicar novamente. A última publicação (comentário) é a que será considerada para efeito de premiação.

Volto a insistir, prezado amigo Predador, que o título do livro está em português, sendo nula a resposta em outro vernáculo.

Quanto à constatação de que há programas que fornecem os dados de qualquer faixa de áudio, não existe nesse fato nenhuma conotação de denúncia ou queixa contra nenhum dos participantes. Trata-se apenas de um aspecto da realidade.

É preciso destacar entre nós a presença de Mestre Pituco, único vencedor de um Desafio Jazzseen. Espero que ele participe mais ativamente.

E, para não dizer que não falei de flores, considerando todas as respostas fornecidas até o momento, desde a primeira até a última, HÁ DUAS RESPOSTAS CORRETAS, mas emitidas por combatentes distintos. Ou seja, a luta continua!

Frederico Bravante disse...

Por falar em cojones, segura aí Lester:

1) James Carter, 2) George Coleman e Eubie Blake, 3) Peter Olstad e 4) Elas também tocam jazz, do mestre LOC.

Depois envio meu endereço para entrega do prêmio.

John Lester disse...

Até agora, apenas duas respostas corretas, emitidas por participantes distintos.

Grande abraço, JL.

Andre Tandeta disse...

Mr. Lester,meus respeitos.
Em verdade gostaria de declarar que prefiro ganhar a bolsa-jazz ,então so' responderei a duas perguntas.
1)Phill Woods
2)Mcoy Tyner e Eubie Blake

pituco disse...

master lester,

não quero participar, mas creio que as respostas corretas são...

1)takechi san
2)érico san
3)antonio pescador (tradução rudimentar)
4)confesso que...não li...rs

abraçsonoros
ps.se acaso acertar a bolsa jazz, o prêmio deve ir pra um dos dois colegas...supra citados.

e tenho dito...rs

pituco disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
pituco disse...

master lester,

não quero participar, mas creio que as respostas corretas são...

1)takechi san(francesco cafiso)
2)érico san(mccoy tyner-eubie blake)
3)toninho pescador (tradução rudimentar)
4)confesso que...não li...rs

abraçsonoros
ps.se acaso acertar a bolsa jazz, o prêmio deve ir pra um dos dois colegas...supra citados.

e tenho dito...rs

Andre Tandeta disse...

Mr. Lester,
pode ser que eu tenha me enganado e que o saxofonista não seja o Phill Woods, acho pouco provavel que alguem consiga tocar igual a ele que esta inconfundivel ai pra quem quiser,e puder ,ouvir. Mas alguns chutes são realmente dificeis de entender. Jackie Mclean nunca,nem que a vaca tossisse, mas nunca mesmo iria tocar com tanto vocabulario,tecnica e ideias tão interessantes, não ha um unico registro gravado de Mclean que chegue aos pes desse magnifico solo que temos aqui. O Takeshi apostou no menino italiano ,que e' realmente precoce mas ainda não tem, e ninguem pode garantir que um dia tera, essa tremenda categoria do saxofonista da gravação que continuo afirmando ser o Phill Woods.

Andre Tandeta disse...

Mr. Lester,
"outrossim se faz mister" esclarecer que nada tenho contra Artie Shaw,apenas que não faz a minha cabeça,então o que eu faria com 10 CDs dele?
Apenas 1 CD desse musico que admiro bem mais, o grande Lennie Niehaus, ja me deixaria bem feliz.

Paula Nadler disse...

Que festa! Adoro essas coisas e acredito que vou ganhar os prêmios:

1- também aposto no phil woods, o tandeta sabe das coisas; 2 - acho que o érico não eraria essa, também fico com mccoy tyner e eubie blake (adoro esse velhinho, vejam o óculos colado com esparadrapo...); 3 - vou de peter olstad, acompanhando tio bravante e 4 - jazz, de andré francis.

Beijos!

Takechi disse...

Tandeta:
Pois é, tenho dois discos do Francesco Cafiso ("Angelica" e "New York Lullaby") e a sonoridade do sax do menino -- de todo o quarteto, para ser mais exato -- é muito semelhante à apresentada na música aqui do desafio. O menino já é fera e, caso não seja cooptado pelas forças do mal (fusion, Kenny G., world music e quejandos ), ainda vai evoluir e amadurecer muito. Pode ser que o sax seja mesmo do Phil Woods, mas, se assim o for, o Phil Woods deve ter mudado muito ultimamente.
Abraço a todos, e em especial ao Pituco pela força,
Takechi

pituco disse...

takechi san,

você está correto...eu tenho o cd happy time do bambino cafiso...e o tema é lousiana...piramidal

o érico san tam´bem está correto...

sendo assim,
eu acertei em nome de vocês dois a bolsa jazz...hehehe...mas, como não quero participar, repasso o prémio pra vocês, ok?

abraçsonoros

Salsa disse...

Cafiso
mccoy tyner-eubie blake
o ator de Um homem chamado cavalo
Quanto ao texto, desculpe-me, mas ainda estou lendo machado de assis.

John Lester disse...

Prezados combatentes, é imperioso informar que já temos um ganhador(a) do bolsa-jazz.

Para mantermos o clima de suspense, não divulgarei agora o nome do(a) felizardo(a), na expectativa de que os(as) combatentes prossigam rumo ao grande prêmio: Box-set de Artie Shaw.

A título de suporte, informamos também que, desde o início dos embates, tivemos um total de 09 (sete) RESPOSTAS CORRETAS, emitidas por participantes distintos.

A luta continua!

Danilo Toli disse...

Eu concordo plenamente com o Tandeta, esse solo nunca poderia ser de jack mclean. Mas também nunca poderia - e com mais razão ainda - de Michael Brecker, um John Coltrane com bateria gasta.

Mas também quero ganhar o box, lá vai:

1) Phil Woods
2) George Coleman e Bunk Johnson
3) Bobby Lewis
4) As grande orquestras de jazz, do George Simon

Obrigado!

pituco disse...

master lester,

e por falar em boa conduta...

deixei comentário na postagem sobre mr.cornell dupree, para master apóstolo, sobre a controvérsia de datas da primeira gravação de 'body and soul'...voltei lá pra checar alguma réplica e não a encontrei...o que será que aconteceu?

abraçsonoros

Paula Nadler disse...

Querido Pituco, época de eleição, você sabe, é uma correria.

Estando em plena campanha pró-Tiririca, Lester ausentou-se um pouco do blog e largou a batata quente em minhas delicadas mãos.

Mas prometo verificar sua denúncia.

Aliás, Mestre Apóstolo desapareceu...

Parece até nosso amigo Edù.

Beijo!

pituco disse...

ok, paula,

inclusive enviei email a master lester, reiterando minha 'surpresa'...'denúncia' soa forte demais, né não?

aguardando
abraçsonoros

Paula Nadler disse...

Já que podemos votar várias vezes, altero minhas respostas:

1) Cafiso, 2) McCoy Tyner e Eubie Blake, 3) Ruby Braff e 4) Billie Holiday: Lady sings the blues, uma autobiografia, publicada pela Brasiliense. Beijos!

APÓSTOLO disse...

Prezado JOHN LESTER:

Quanto ao desafio tenho dúvida em 01 dos quesitos, mas vou de Francisco Cafiso, McCoy Tynner/Eubie Blake, Peter Olstad e desconheço a obra (parece-me não ser de livro sobre JAZZ, mas talvez de algum "dicionário").
Quanto ao comentário do nosso prezado PITUCO, foi respondido, mas parece-me que na postagem sobre o livro do "Chefe" (e a resposta foi comentada pelo capitão JOHN LESTER). Vou checar.

APÓSTOLO disse...

Prezado PITUCO:

Chequei e está lá na postagem sobre o livro "O Chefe".
Repetindo:
Vamos aos "apontamentos" sobre as gravações de "Body And Soul" (a menos que sejam "desenterrados" novos documentos).
01 - O tema foi composto em 1929 por JOHNNY GREEN, com letra de ROBERT SOUR, FRANK EYTON e EDWARD HEYMAN, como parte do espetáculo musical de 1930 "Three's A Crowd", em que foi interpretado pela atriz e cantora LIBBY HOLMAN.
Mas antes mesmo do registro oficial da canção, ela foi gravada em 16/abril/1929, ao piano, por CARROL GIBBONS.
02 - Ainda precedendo a gravação de COLEMAN HAWKINS pelo selo "econômico" da RCA ("Bluebird") em 11 de outubro de 1939, que se tornou um ícone do JAZZ, diversos outros músicos gravaram o tema, como a seguir.
03 - em 1930 PAUL WHITEMAN e orquestra, ANNETTE ANSHAW, JACK FULTON, LOUIS ARMSTRONG (mais tarde em 1932);
04 - em 1933 por EDDIE SOUTH e em 1935 pelo trio de BENNY GOODMAN, assim como pelo grande HENRY "RED" ALLEN;
05 - em 1937 pelo "Quinteto do Hot Club de France", por FRANK TRUMBAUER e por ART TATUM;
06 - em 1938 por ROBERT "BOB" ZURKE;
07 - em 1939 e ainda antes de COLEMAN HAWKINS, gravaram "Body And Soul" ROY ELDRIDGE (em 05/agosto) e TEDDY WILSON (10/agosto).
Quanto a gravação anterior por JACK HYLTON (nascido em 02/julho/1892, em Great Lever, cidade próxima a Bolton, em Lancashire, iniciado na musica por seu pai e com estréia profissional como cantor e "assistente" de pianista, mais tarde líder de "big band" com 21 integrantes - originalmente intitulada "Jack Hylton Rhythmagicians", mais tarde "Hylton's Hyltonians" e que gravou bastante - no mesmo estilo de PAUL WHITEMAN, tendo como arranjador o britânico AL STARITA e na qual chegou a atuar TED HEATH), desconheço. A história de JACK HYLTON, sua banda, suas gravações, concertos (em que recebeu ne Inglaterra inclusive COLEMAN HAWKINS e foi condutor de sua orquestra para apresentações de MAURICE CHEVALIER em solo britânico), pode ser bem apreciada no trabalho de Albert McCarthy "The Dance Band Era - The Dancing Decades From Ragtime To Swing, 1910 - 1950" (1971, U.S.A.), em que o Autor percorre a época no Reino Unido.
É o que tenho em meus alfarrábios, sempre prontos a receber mais informações.

APÓSTOLO disse...

Prezado PITUCO:

Chequei e está lá na postagem sobre o livro "O Chefe".
Repetindo:
Vamos aos "apontamentos" sobre as gravações de "Body And Soul" (a menos que sejam "desenterrados" novos documentos).
01 - O tema foi composto em 1929 por JOHNNY GREEN, com letra de ROBERT SOUR, FRANK EYTON e EDWARD HEYMAN, como parte do espetáculo musical de 1930 "Three's A Crowd", em que foi interpretado pela atriz e cantora LIBBY HOLMAN.
Mas antes mesmo do registro oficial da canção, ela foi gravada em 16/abril/1929, ao piano, por CARROL GIBBONS.
02 - Ainda precedendo a gravação de COLEMAN HAWKINS pelo selo "econômico" da RCA ("Bluebird") em 11 de outubro de 1939, que se tornou um ícone do JAZZ, diversos outros músicos gravaram o tema, como a seguir.
03 - em 1930 PAUL WHITEMAN e orquestra, ANNETTE ANSHAW, JACK FULTON, LOUIS ARMSTRONG (mais tarde em 1932);
04 - em 1933 por EDDIE SOUTH e em 1935 pelo trio de BENNY GOODMAN, assim como pelo grande HENRY "RED" ALLEN;
05 - em 1937 pelo "Quinteto do Hot Club de France", por FRANK TRUMBAUER e por ART TATUM;
06 - em 1938 por ROBERT "BOB" ZURKE;
07 - em 1939 e ainda antes de COLEMAN HAWKINS, gravaram "Body And Soul" ROY ELDRIDGE (em 05/agosto) e TEDDY WILSON (10/agosto).
Quanto a gravação anterior por JACK HYLTON (nascido em 02/julho/1892, em Great Lever, cidade próxima a Bolton, em Lancashire, iniciado na musica por seu pai e com estréia profissional como cantor e "assistente" de pianista, mais tarde líder de "big band" com 21 integrantes - originalmente intitulada "Jack Hylton Rhythmagicians", mais tarde "Hylton's Hyltonians" e que gravou bastante - no mesmo estilo de PAUL WHITEMAN, tendo como arranjador o britânico AL STARITA e na qual chegou a atuar TED HEATH), desconheço. A história de JACK HYLTON, sua banda, suas gravações, concertos (em que recebeu ne Inglaterra inclusive COLEMAN HAWKINS e foi condutor de sua orquestra para apresentações de MAURICE CHEVALIER em solo britânico), pode ser bem apreciada no trabalho de Albert McCarthy "The Dance Band Era - The Dancing Decades From Ragtime To Swing, 1910 - 1950" (1971, U.S.A.), em que o Autor percorre a época no Reino Unido.
É o que tenho em meus alfarrábios, sempre prontos a receber mais informações.

John Lester disse...

Prezados e pacíficos combatentes, até agora temos uma bolsa-jazz concedida e 13 RESPOSTAS CORRETAS, emitidas por concorrentes distintos.

Portanto, segue incólume a disputa pelo prêmio principal, um box-set com 10 cd's do formidável Artie (Arthurzinho) Shaw.

Grande abraço a todos, JL.

vinicius disse...

Não custa nada tentar:

Phil Woods
George Coleman e Eubie Blake
Kenny Wheeler
Sérgio Karam, em seu Guia do Jazz, lançado pela L&PM.

Boa sorte pra mim!

Internauta Véia disse...

Ah! que pena...mas tenho que me satisfazer em ouvir...Muito bom!

pituco disse...

master apóstolo,

já respondi, desculpando-me e agradecendo, na postagem 'o livro'.

master lester e paula,
desculpem o transtorno por um equívoco meu...obrigado.

desculpem aos amigos por desviar o foco desse post...boa sorte.

abraçsonoros

John Lester disse...

Prezado Mestre Pituco, o Jazzseen é nossa casa virtual.

Grande abraço, JL.

sálvio disse...

Meu voto:

Lee Konitz
McCoy Tyner + Eubie Blake
Kelly Rossum
James Collier + Jazz, a autêntica música americana (jorge zahar)

Roberto Scardua disse...

Lester, estou mudando meu voto:

1) Phil Woods;
2) Oscar Peterson e Bunk Johnson;
3) Peter Olstad; e
4) James Collier, Jazz a autêntica música america.

É isso!

Érico Cordeiro disse...

Ah, se é assim, vamos lá:
1) Phil Woods;
2) McCoy Tyner + Eubie Blake;
3) Peter Olstad; e
4) James Collier, Jazz a autêntica música americana.

John Lester disse...

Prezados amigos, mais uma vez o Jazzseen agradece a intensa participação dos amigos nesta singela tentativa de promover o jazz.

Conforme prolatado, a bolsa-jazz já possui vencedor (que é o primeiro cometário com duas ou três respostas corretas). Por motivos óbvios, não apontamos que comentário é esse.

E, de acordo com o Edital, a disputa pelo prêmio principal - o Box-set de Artie Shaw - continua.

Até o presente momento, e considerando TODOS os comentários já feitos, temos um total de 15 RESPOSTAS CORRETAS, emitidas por participantes distintos.

Vale lembrar que todos os participantes possuem liberdade total para alterar suas respostas, na medida em que serão consideradas apenas as suas últimas para efeito de premiação.

Apenas para orientar os candidatos, já observamos que respostas corretas têm sido substituídas por incorretas, o que reforça a importância da regra: apenas as últimas respostas de cada participante serão consideradas.

Há casos igualmente lamentáveis: aqueles em que os títulos da obra da Pergunta 4 têm sido emitidos em vernáculo alienígena. Reforçando: o título da obra deve ser fornecido em português.

Boa sorte a todos!

John Lester

Colibri disse...

Oi Lester, anota aí por favor:

1- Christopher Hollyday
2- Oscar Peterson e Bunk Johnson
3- Kelly Rossum
4- Carlos Calado, O Jazz Como Espetaculo

Um abraço!

dalmácio disse...

Vamos lá:

Resposta 1
o sax é do Richie Cole

Resposta 2
são Mccoy Tyner e Eubie Blake

Resposta 3
o Ruby Braff

Resposta 4
David Tame, com Poder Oculto da Musica

Obrigado

pituco disse...

1-francesco cafiso
2-mccoy tyner e eubie blake
3-dusko goykovich
4-james collier...jazz, a autêntica música americana (jorge zahar)...esse foi chute mesmo...rs

abraçsonoros
ps.caso estiver correto, volto insistir o prêmio vai ou pro érico san ou pro takechi san

John Lester disse...

Até o presente momento, e considerando TODOS os comentários já feitos, temos um total de 18 RESPOSTAS CORRETAS, emitidas por participantes distintos. No entanto, nenhum dos participantes acertou simultaneamente as quatro perguntas até agora.

Portanto, o desafio continua!

Reinaldo disse...

Também quero concorrer: 1 - Donald Harrison, no sax alto; 2 - George Coleman e Bunk Johnson; 3 - Ruby Braff; 4 - Eric Hobsbawm, História Social do Jazz.

fernando disse...

blog muito doido!

pituco disse...

master lester,

a galera tá desanimada, não é verdade?...rs

pelo que entendi, ainda ninguém acertou o trompetista...e o texto, não faço idéia de onde foi extraído...nem mesmo o estilo dá dicas...será um tradutor português?

bom,
vou chutar mais uma sugestão...
1-idem idem
2-idem idem
3-kenny wheeler?
4-eric hobsbawm...história social do jazz...(essa resposta é mais um chute)

abraçsonoros

pituco disse...

master lester,

acabo de receber aqui em casa...shibuya, tokyo...o prêmio que faturei no último desafio aqui do jazzseen...com a mensagem, inclusive...obrigadão.

aliás, a capa traz a palavra 'quadromania' grafada em katakana...mas, essa produção não é alemã?

bom,
parece-me que a turma perdeu o estímulo...desse contest aqui...tá difícil...passei a conhecer um montão de trompetista novo, por causa da procura...hehehe...apostei dessa vez no mr.kenny wheeler (o phisiqué du role é um pouco diferente dos vídeos...ele aparece de óculos e bigode...mas vamuquivamu).

sugestão...da próxima vez, posta uma foto de uma guria, porque mesmo que a gente não acerte, acaba apreciando, como a do post abaixo...rs

abraçsonoros e domoarigatô gozaimassu

John Lester disse...

Prezado Mestre Pituco,

Talvez as atuais perspectivas eleitorais tenham desanimado os amigos visitantes. Afinal, quem pode se divertir com o risco de elegermos Dilma ou Tiririca?

Que bom que gostou do prêmio. Vale lembrar que foi enviado faz tempo.

Grande abraço, JL.

Andre Tandeta disse...

Mr. Lester,
no momento o horizonte e' turvo,talvez tempestades nos aguardem.Quem sabe se no futuro todos ouvirão jazz e votarão em pessoas decentes e totalmente comprometidas com os anseios da população? De tanto ouvir estou aprendendo a usar esses cliches,que como na musica podem ser bem uteis mesmo que significando absolutamente nada. E nada significar e' com certeza significar alguma coisa,o Sr. como matematico sabe melhor que eu o valor do zero e do conjunto vazio.
Abraço

Blog Casa Bonita disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
John Lester disse...

Prezados eleitores,

Ao que tudo indica, não haverá segundo turno no Desafio Jazzseen.

Sendo assim, continuaremos nossas postagens normalmente, até que a censura nos cale.

Até agora, tivemos 20 respostas corretas, emitidas por participantes distintos. Como nenhum concorrente acertou as quatro perguntas simultaneamente, o desafio continua.

Grande abraço, JL.

Internauta Véia disse...

Alguém acertou o ítem 4?

John Lester disse...

Ainda não minha amiga.

Grande abraço, JL.

figbatera disse...

Não tenho nem dormido direito; até que esse "desafio" acabe...

pituco disse...

master lester,

vou chutar novamente...

1-francesco cafiso
2-mccoy tyner e eubie blake
3-tony fisher
4-jazz covers...joaquim paulo?

abraçsonoros

Érico Cordeiro disse...

Tentemos de novo:
1 - Francesco Cafiso
2 - McCoy Tyner e Eubie Blake
3 - Dusko Goykovich
4 - Jazz Panorama - Jorge Guinle

John Lester disse...

Prezados eleitores,

Até agora, tivemos 24 respostas corretas, emitidas por participantes distintos. Como nenhum concorrente acertou as quatro perguntas simultaneamente, o desafio continua.

Grande abraço e boa sorte, JL.

Érico Cordeiro disse...

Tentemos de novo:
1 - Francesco Cafiso
2 - McCoy Tyner e Eubie Blake
3 - Peter Masseurs
4 - Pequena História do Jazz - Sérgio Porto

Érico Cordeiro disse...

Tentemos de novo:
1 - Francesco Cafiso
2 - McCoy Tyner e Eubie Blake
3 - Peter Masseurs
4 - Pequena História do Jazz - Sérgio Porto

Érico Cordeiro disse...

Tentemos de novo:
1 - Francesco Cafiso
2 - McCoy Tyner e Eubie Blake
3 - Peter Masseurs
4 - Pequena História do Jazz - Sérgio Porto

John Lester disse...

Prezados eleitores,

Até agora, tivemos 30 respostas corretas, emitidas por participantes distintos. Como nenhum concorrente acertou as quatro perguntas simultaneamente, o desafio continua.

Grande abraço, JL.

pituco disse...

master lester,

percebo que, pela contagem, ninguém até agora acertou a terceira e quarta questões, não é isso?

esse ano tá difícil...quem será o trompetista da foto?...o batman ou o robin?...rs

bom,
hoje é dia de eleições...pra variar, fico pasmo ao abrir o noticiário e ler que a votação, aqui em tokyo, está atrelada à renovação do passaporte brasileiro para residentes no exterior...só rindo mesmo...é preciso o comprovante do voto pra se renovar passaporte...hahaha

abraçsonoros

John Lester disse...

Prezado Mestre Pituco, para que simplificar se podemos complicar?

De fato, as pergunas 3 e 4 ainda não foram devidamente respondidas, muito embora um dos combatentes tenha se aproximado bastante da resposta correta à pergunta 4.

Mais lamentável que atrelar renovação de passaporte à comprovação de voto é a colocação de uma placa de recadastramento de Bolsa Família na entrada da sala de votação, como foi o meu caso. Creio que isto tenha ocorrido em todas, ou quase todas, as seções eleitorais Brasil afora.

A democracia tem várias faces.

Grande abraço, JL.

Carioca da Vila disse...

Não creio que em todas, mas pode ter ocorrido em outras, tb. :(

Eu Pergunto disse...

Cadê Mr. Edú?

Anônimo disse...

Para não dizer que não participei: Phil Woods
Oscar Peterson e Bunk Johnson
Peter Olstad
Carlos Calado, O Jazz Como Espetaculo.Edù

Anônimo disse...

Será q o Edu realmente voltou?
Que bom...

Anônimo disse...

Bravo!
O video do vencedor do concurso foi uma das coisas mais engraçadas que eu ja vi..., quase hipnotizante... ate pensei em colocar como fundo de tela no meu computador.
O q sera q ele estava ouvindo?
Sera q foi a noticia de q havera segundo turno?
Um achado p/ os marqueteiros de plantao...

Travassos disse...

Ele ouvia a banda de congo da Barra do Jucu...

Takechi disse...

1- Francesco Cafiso
2- Mccoy Tyner e Eubie Blake
3- Pete Condoli
4- Não sei

Carioca da Vila disse...

Se Edú tivesse voltado, teria sido o vencedor...O homem sabia tudo!

Carioca da Vila disse...

Se Edú tivesse voltado, teria sido o vencedor...O homem sabia tudo!

John Lester disse...

Prezados eleitores,

Até agora, tivemos 32 respostas corretas, emitidas por participantes distintos. Como nenhum concorrente acertou as quatro perguntas simultaneamente, o desafio continua.

Grande abraço, JL.

pituco disse...

master lester,

pôxa, tá difícl alguém acertar as duas últimas questões, não é verdade?

perfavore, maestro...uma dica suplementar?

abraçsonoros

John Lester disse...

Prezados amigos, concordo que a definição do vencedor de nosso Desafio Jazzseen 2010 está tensa.

Contudo, creio que não seria correto, a esta altura do campeonato, modificar as regras do jogo, fornecendo dicas aos combatentes que ainda restaram em pé.

Sendo assim, salvo alguma mudança radical de panorama, prosseguiremos conforme nosso Edital.

Grande abraço, JL.

pituco disse...

que pena...sem chances, então?

bom,
instigado pelo jazzseen, postei outro desafio, lá em meu blog...

oportunamente, particpem...obrigatô

abraçsonoros

pituco disse...

master lester,

a turma aqui desanimou...pelo visto, corre o mês e ninguém até agora acertou a questão 3 e 4...não é isso?

abraçsonoros

Sergio disse...

Caramba, o desafio tá mais difícil que passar em concurso público para a presidência da Petrobras (se existisse um)...

Seu mr. Lester, para bom entendedor meia palavra basta, então...

Tou certo ou tou errado?

http://sergiosonico.blogspot.com/2010/10/o-pobre-brian-wilson-deve-ter-se.html

John Lester disse...

Prezados amigos,

Nada de novo no front: até agora, tivemos 32 respostas corretas, emitidas por participantes distintos. Como nenhum concorrente acertou as quatro perguntas simultaneamente, o desafio continua.

Grande abraço, JL.

Mariô disse...

Olá! Vim aqui porque o Pituco falou desse desafio, e eu fiquei com vontade de participar! Aí vão meus palpites:
1 - Ornette Coleman
2 - McCoy Tyner e Eubie Blake
3 - Pete Candoli
4 - não tenho a menor idéia!!
obrigada !!

John Lester disse...

Seja bem-vindo Mariô.

Até agora, tivemos 33 respostas corretas, emitidas por participantes distintos. Como nenhum concorrente acertou as quatro perguntas simultaneamente, o desafio continua.

Grande abraço, JL.

pituco disse...

master lester,

a srta.mariô rebouças é pianista paulistana, que além de professora, atuou no grupo instrumental kali, anos 80, e participa de vários projetos musicais de estirpe, assim como da jazz sinfônica de são paulo...

bacana ela vir até aqui, apesar de ter acertado apenas a segunda questão...hehehe

é isso aí
abraçsonoros
ps.linkei o jazzseen no facebook convocando a galera a participar...mas pelo visto, tá difícil hein?

John Lester disse...

Prezado Mestre Pituco,

Creio que em quantidade não estamos indo bem, mas em qualidade estamos muito satisfeitos.

Sua atuação junto ao Facebbok foi relatada em minhas estatísticas do blog (há uma seção que fornece tais dados no blogger).

Muitas das visitas que o Jazzseen tem recebido são oriundas de seu endereço e outras tantas do endereço de Mr. Cordeiro.

Grande abraço e obrigado a todos pelo apoio à nossa luta em favor do jazz.

JL

Internauta Véia disse...

JL muito sério...

pituco disse...

master lester,

seguimos tenazes, mas o desafio, dessa feita, tá difícil...tá muito difícil...

abraçsonoros

John Lester disse...

O fim se aproxima.

pituco disse...

aproxima-se...e muito provável que ninguém acerte as duas últimas questões...

a pesquisa aqui continua...na medida do tempo disponível...mas, dessa vez, o signori caprichou na dificuldade do desafio...vivendo e aprendendo...obrigadão

abraçsonoros