26/05/2011

Guy Lafitte - Blue and Sentimental

Infelizmente, somente em minha segunda visita a Paris tive o privilégio de conhecer o Sunside Jazz Club, certamente um dos melhores clubes parisienses de jazz tradicional, criado em 2001 especificamente para a apresentação de música feita com instrumentos acústicos. O clube que lhe deu origem, o Sunset, é mais antigo. Localizado no coração da cidade, entre o Forum des Halles e o Centre George Pompidou, o Sunset Jazz Club foi criado em 1983 por Michele and Jean Marc Portet, sendo o primeiro da Rue des Lombards, logradouro que conta com outros importantes clubes de jazz, entre eles o Le Baiser Salé e o Le Duc des Lombards. Tendo começado a funcionar como bar e restaurante, foi por insistência dos músicos que frequentavam o local que surgiu ali um clube de jazz. O repertório inicial do Sunset era dedicado sobremaneira ao estilo Fusion, sendo ampliado aos poucos, de modo que praticamente todos os estilos fossem acolhidos no estabelecimento. Não é à toa que por lá passaram músicos tão diferentes como Jaco Pastorius e Benny Golson ou Didier Lockwood e Tal Farlow. Além dos músicos locais, como Barney Wilen e Michel Petrucciani, já tocaram ali nomes como Steve Lacy, Frank Morgan e Lee Konitz.

Em 1993, Stephan Portet decide ampliar definitivamente os estilos de jazz tocados no Sunset, transformando-o num "club of all jazz". Desde então, podemos ouvir antigos e novos talentos apresentando-se na casa, como Roy Haynes, Bireli Lagrène, Richard Galliano, Jacky Terrasson, Laurent de Wilde, Ravi Coltrane, Dewey Redman, Truffaz, Julien Lourau, Sylvain Luc, Stefano di Battista, Paolo Fresu, Bojan Z, David Linx, Richard Bona, Magic Malik e muitos outros. O sucesso do clube pode ser avaliado também por seus frequentadores, entre eles Miles Davis, Herbie Hancock e Wynton Marsalis. Finalmente, no dia 13 de outubro de 2001, nasce o Sunside, dedicado aos instrumentos acústicos, ficando os amplificados a cargo do Sunset. Caso único no mundo: um só local com dois clubes anexos, apresentando dois shows todas as noites, sete dias por semana!


Naura Telles, fumando um cigarrinho no Sunside


Em homenagem aos velhos tempos, deixo a faixa Blue and Sentimental  , sob os auspícios de Guy Lafitte, saxofonista tenor francês nascido em 1927. Embora tenha iniciado a carreira tocando clarinete, em 1947 Guy toma o saxofone como seu primeiro instrumento, provavelmente após ouvir Coleman Hawkins tocando Body and Soul. Antes de sua morte, em 1998, Guy estabeleceu-se como um dos melhores saxofonistas franceses do Swing, formando seus próprios conjuntos ou acompanhando músicos que visitavam a Europa, como Bill Coleman e Buck Clayton. Além de ter participado como sideman de um bom número de gravações, Guy gravou também como líder, em especial para a Pathe, Columbia e RCA. Com ele estão Geo Daly (vib), Raymond Fol (p), Jean Bonal (g), Alix Bret (b) e Bernard Planchenault (d).

Durante minha primeira visita a Paris, eu não sabia, Guy fazia sua última apresentação no Sunset, morrendo poucos meses depois. 

   


Guy

13 comentários:

Salsa disse...

Endereço anotado, passagem providenciada, malas arrumadas.

Érico Cordeiro disse...

Idem, ibidem, Mr. Salsa.
Mas o prazo para o embarque ainda vai demorar um pouquinho.
Na listinha o disco de Mr. Lafitte - não rola um complemento à ficha técnica (data da gravação, pelo menos).
Thanks Mr. Lester!

Adelaide disse...

Obrigada por sua presença em meu blog, preciso dizer-lhe que estar aqui me trouxe recordações muito boas, do período em que eu ouvia "boas" músicas...mas por uma fatalidade deixei de lado esse bom exercicio mental.
Virei sempre pois amei esse reencontro com um momento sonoro esquecido. Não vou contar em minuncias pois daria um livro...rsrs
Abraços

John Lester disse...

Prezados amigos e amiga, obrigado pelas visitas. Quanto a livros, nós os adoramos Adelaide.

Seguem os dados Mr. Cordeiro:

Tracklist

1 Blue And Sentimental Written By – Count Basie / Jerry Livingston / Mack David - 6:36
2 She's Funny That Way Written By – Richard Whiting / Neil Moret - 3:12
3 If I Had You Written By – Ted Shapiro / Jimmy Campbell / Reg Connelly - 2:48
4 Get Happy Written By – Ted Koehler / Harold Arlen - 2:56
5 Stardust Written By – Mitchell Parish / Hoagy Carmichael - 3:28
6 I've Got The World On A String
Written By – Ted Koehler / Harold Arlen - 4:23
7 Where Or When Written By – Lorenz Hart / Richard Rodgers - 4:37
8 Krum Elbow Blues Written By – Duke Ellington / Johnny Hodges - 5:02
9 Boogie Blues Written By – Gene Krupa / Remo Biondi - 3:45

Credits

Double Bass – Alix Bret (tracks: 1 to 8), Charlie Blareau (tracks: 9)
Drums – Bernard Planchenault (tracks: 1 to 8), Jean-Baptiste "Mac Kac" Reilles (tracks: 9)
Guitar – Jean Bonal (tracks: 1 to 8)
Piano – Jean-Claude Pelletier (tracks: 9), Raymond Fol (tracks: 1 to 8)
Saxophone [Tenor] – Guy Lafitte
Trumpet – Peanuts Holland (tracks: 9)
Vibraphone – Geo Daly*

Notes

Recorded 1954 in Paris
Reissue of the Club français du disque LP 21 except 9, which is an extract from the Club français du disque EP 6 Vacances nº 2
Digitally remastered on 24-bit
#24 in the Jazz in Paris series

Grande abraço, JL.

Internauta Véia disse...

Que beleza, Mr. Lester!
Anotado!

Eu tb. não conhecia a casa, mas vou aproveitar a informação, já estou com a passagem comprada, só falta arrumar a mala...vou tirar uma foto nesta mesinha onde está a Naura!

APÓSTOLO disse...

Prezado JOHN LESTER:

É JAZZ ! ! !
De qualidade e com emoção.
Anotado(s) o(s) endereço(s) e chegaremos lá (claro que para o lado acústico).

Paula Nadler disse...

Dica deliciosa...

Beijo.

Anônimo disse...

E o mais interessante, além de tudo já colocado, há sempre muita gente nas filas e nos bares, até durante a semana, por sinal, esta parte da rua fica tomada de gente , conversando, fumando, bebendo, é muito simples e divertido.Impossivel ñ retornar...

pituco disse...

master lester,

dica bacanuda...e será que monseignour grappelli tocava por lá???

é isso aí
bonne musique

abraçsonoros

coimbra disse...

Sir Lester,

Não nos provoque.
Nem sei pra que lado vou.

Vou para a "Casa Bonita".

Soube que lá eles têm um mix de scotch & jazz.

A gente se vê lá. Um abraço

Sergio disse...

Mr. Lester, tens ou já ouviu o “The Things We Did Last Summer" (1991)? Agora, ouvindo sua sugestão, ta difícil decidir qual é o melhor... Mas isso de melhor é bobagem, claro.

Olha, mr. tou apelando. Já pedi ao Salsa em comment e até por emeio pro mr. Érico (q por estar sofrendo da érnia, apareceu-lhe um reflexo na conexão, o q lhe impede de ouvir os playzinhos)... Estou pedindo aos amigos pra dar uma passada numa postagem... na verdade são duas, mas indo nessa http://sergiosonico.blogspot.com/2011/05/steve-schmidt-red-and-orange-2005.html do pianista Steve Shmidt e já estando lá, é meio caminho andado pra de cima do East Of Eden. Foram duas boas descobertas q... sei lá, falta-me aquela sensação boa de aprovação(ou não) que todo véio mimado precisa pra seguir em frente no seu trabalho de prospecção de talentos... Não sei se o amigo mintende, mas agora q o pedido já tá feito. Darei enter.

cvllos disse...

O Blues and sentimental, da serie Jazz in Paris, pode ser encontrado no avaxhome. Mas tem de splittar, se me entendem...

Anônimo disse...

I think the admin of this web site is genuinely working hard in favor of his site, since here every information is quality based material.


My web blog: coolsculpting