23/07/2011

Amy Winehouse (1983-2011)



Vamos sentir muitas saudades...

24 comentários:

Érico Cordeiro disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Érico Cordeiro disse...

Amy era uma das minhas companheiras mais freqüentes nas solitárias noites de Pinheiro City. O dvd dela foi, ao longo dos últimos dois anos, o mais tocado lá na minha moradia provisória.
Talentosísimma, é uma pena que seu talento absurdo perca espaço na mídia para os aspectos destrutivos da sua personalidade.
Cantava muito, a menina.
Que descanse em paz e que encante os ouvidos de todos, lá onde estiver...

John Lester disse...

A maior cantora pop do século XXI. Pena que tenha cantado pouco jazz...

pituco disse...

master lester,

sorte que o século apenas começa...mas, de fato uma cantora personalíssima...

e jovens se vão muitos...talentosos ou não...uma pena que essa seja a escolha...

abraçsonoros

Sergio disse...

Eu tenho um bootleg dela cantando Round Midnight... Uma maravilha! Pra mim a morte dela teria o peso, se na época vivesse, de uma Billie Holiday. Senti como se fosse alguém distante, mas parte da família. Nem a Cassia Eller, que era grande, sua morte me bateu tão dolorosa. Talvez o Chico Sciency, a sensação tenha sido semelhante.

Há agravantes: uma morte anunciada, cotada em Bolas de apostas... Outra sensação que me bateu era a de Amy como aquela figura suicida de imaginário, no alto do prédio, ameaçando decolar, e as pessoas em baixo, gritando em coro, “pula!”. Tudo isso, me bateu, ontem.

Nos primeiros momentos da notícia, liguei a tv na Globo News - e o que é Maria Beltrão incumbida da cobertura??? Em breve Maria Beltrão terá um Domingão só pra ela, aguarde que veremos! Por outro lado, a grande imprensa, q sim, tem q noticiar tudo, pro bem ou pro mal, mas que sempre explorou muito mais a decadência das grandes estrelas... E os caras colocaram um looping de imagens de uma Amy Winehouse, quase voluptuosa, seios fartos, bochechas coradas, lábios carnudos, corada, jovial, com cores de Amodovar!... Im-psionante! Morreu, é a menina linda e desprotegida... Fala sério..

Hoje é domingo. Dia de vendas na lojinha, terei q responder a quem interessar possa, e muitos vão perguntar, se tenho discos de Amy Winehouse. Tenho sim, um bootleg duplo e um ao vivo simples. Pelejei com essa idéia ontem também: se coloco apenas os 3 como faço com todos os artistas (um de cada), é certo q vendo os 3. Se coloco vários, é provável q venda bastante, mas o espaço é pequeno e sempre haverá de faltar... Conclusão: quer saber? Não colocarei nenhum – até porque nem os tenho a mão, com capinhas impressas, etc. -, as lojas oficiais é que se encarreguem do trabalho digamos logístico oficial.

Andre Tandeta disse...

Ja morreram varios musicos de muito valor e não se viu nenhuma lamentação sequer comparavel a que se seguiu a de Amy Winehouse. Talvez pelo sobrenome ela tenha merecido esse destaque aqui no Jazzseen.
Cantava direitinho ,com certeza e ponto final. Compara-la com qualquer das grandes cantoras negras do jazz, do blues e do r&b é um grave erro. Ela nunca chegou nem perto.

Paula Nadler disse...

É isso, amigos. Para mim foi muito triste vê-la partir tão cedo, tão nova, tão destruída... Sempre tive esperança de ouvi-la cantando jazz.

E, Mestre Tandeta, o Jazzseen não é obituário! Preocupe-se em manter a Sala Baden Powell aberta, pelo menos até minha próxima visita ao Rio. E deixe nossa querida Amy em paz, afinal agora dificilmente ela poderá se defender de ataques.

Amém.

Sergio disse...

+ ou - parafraseando Nelson/Lara: nem no cancer.

Internauta Véia disse...

Cantava bonito, a moça...!que pena acabar assim...

Anônimo disse...

que cantora, deste milenio canta como ela?
nem a n. jones...
tanto talento...pouco ficou registrado.
com tanta sensibilidade e delicadeza não aguentou a barra
Mais uma q fica na saudade...lembrei da nossa elis
abçs

หคтнყ disse...

TANTO talento, usado por pouco tempo!

Vagner Pitta disse...

vocÊs estão falando sério, gente?

PREDADOR.- disse...

Eu pergunto a mesma coisa de mr. Vagner Pitta: vocês estão falando sério, gente? No final das contas quem está certo é mr.Tandeta: "cantava direitinho... e ponto final".

thiago disse...

voz sinistra

Anônimo disse...

já ouviram da moça versão de someone to watch over me? vale muito a pena ( pode ser ouvida no: letras de musica amy winehouse)
abçs

Andre Tandeta disse...

Senhora , ou Senhorita, Paula,obrigado pelos conselhos, mesmo que os considere impertinentes agradeço pela atenção.
Sei que o nosso querido Jazzseen não é obituario . O que eu não sabia é que havia sido introduzida a censura aos comentarios que não agradam ao gosto da casa . Aqui ja se falou mal de muita gente e nunca se disse que fulano,sicrano ou beltrano não estava aqui pra se defender, argumento dos mais, digamos assim, inocentes. E eu acho que a Senhora, ou Senhorita, esta fazendo muita onda por nada. Não se preocupe ,eu não tenho o poder de proibir ninguem de ouvir o que quer que seja, continue curtindo a Amy , não ligue pra minha opinião.
Não sou eu o responsavel pelo funcionamento ou não da Sala Baden Powell. Ela esta em excelentes mãos, sendo gerida por Lipe Portinho e Ana Azevedo, dois excelentes musicos e que injetaram vida naquele espaço. Tomara que a Senhora, ou Senhorita ,tenha a oportunidade de assistir a alguma apresentação la.
Cordiais saudações

Andre Tandeta disse...

E ,concluindo, cada um gosta do que quiser e eu não gosto da Amy Winehouse.

coimbra disse...

Mr.Lester,
Passando por aqui, por sinal sempre um prazer passar por aqui, e vejo que a moça que se foi causou polêmica entre seus leitores.

Apenas para sua agenda carioca:
A exposição We Want Miles, com fotos, vídeos, objetos, quadros, etc, abre hoje no CCBB e fica até 28 de setembro. Dois filhos de Miles estarão presentes: Cheryl, 68 anos, e Erin, 40 anos, na data de aniversário de morte desse que também causa polêmica.
Um grande abraço.

PREDADOR.- disse...

Mr.Lester, o nome do pianista do "clip" Bemsha Swing, do mestre Gumercindo é ROBI BOTOS (o álbum chama-se "One Take Vol.Two").

Internauta Véia disse...

Vou ao CCBB hoje...

Naura Telles disse...

Cadê você Lester???

Beijos!

Maria Alice Cerqueira disse...

Hoje vim lhe agradecer pela sua bondosa presença lá no meu cantinho, através de um simples selinho, 300 seguidores , feito com muito carinho.
Agradeço-lhe de todo o coração!
Abraço fraterno!
Maria Alice

Internauta Véia disse...

É mesmo, Lester...cadê vc.?
Saudade...

John Lester disse...

Queridas amigas, obrigado pelas visitas. Volto de férias agora na segunda, com muitas novidades do Leste europeu.

Beijos para as moças.