24/07/2006

Sex Mob

.
As brincadeiras do trompetista de vara (slide trumpet) Steven Bernstein acabaram virando coisa séria: navegando no mundo musical denominado de modern creative – onde toda e qualquer tradição do jazz pode ser remodelada com a liberdade e a imaginação que se queira – Steven e seus companheiros Briggan Krauss (as), Tony Scherr (b) e Kenny Wollesen (d) terminaram por formar o Sex Mob, sem dúvida um dos melhores grupos que já ouvi nesse tipo de contexto. Com o passar do tempo, Steven descobriu que associar temas famosos às suas próprias composições poderia lhe render sucesso junto a um público mais amplo: foi assim que fez suas releituras de Goldfinger, Macarena, Come Sunday entre outros clássicos pop. Se você aprecia aventuras musicais de bom gosto, com muito senso de humor e muita improvisação, certamente vai gostar do Sex Mob. No Jazzseen Salad oferecemos um leve petisco do grupo: House Of The Rising Sun, tema do velho bluseiro Leadbelly. Boa audição!

4 comentários:

carla disse...

Taí. Gostei.

O blog tá muito legal!

Alessandra disse...

Petisco saboroso! Esta seleção está
muito boa, uma salada bem temperada, valeu!

augusto carlos disse...

Nunca tinha ouvido trompete de vara... Gostei.

rrildu disse...

mais cruel, impossível

valeu, o blog ta massa