16/08/2007

Sérgio e Max Roach

O nosso amigo navegante, Sérgio, deixou um texto (que aqui reproduzimos) sobre o finado grande e esporrento baterista Max Roach, que, segundo consta, está encarregado de fazer a trilha sonora das próximas tempestades produzidas por São Pedro. Vamos ao texto, pois:
Aqui vai minha homenagem ao velho Roach:Morreu nesta quinta-feira (16) o baterista Max Roach, um dos maiores instrumentistas de jazz em todos os tempos. Ele tinha 83 anos e faleceu em um hospital de Manhattan. A causa da morte não foi revelada pelo porta-voz da institução."Roach nasceu no Estado da Carolina do Norte e cresceu na cidade de Nova York. Aos 16 anos ele tocou com a famosa Duke Ellington Orchestra e a partir daí começou sua escalada na cena jazzística da cidade. O baterista trabalhou nos discos mais importantes do saxofonista Charlie Parker e foi integrante de grupos liderados por Dizzy Gillespie, Thelonious Monk, Miles Davis (com quem gravou "Birth of the cool") e Bud Powell.Em 1954, Max Roach fundou com o trompetista Clifford Brown o lendário quinteto que desenvolveu o be-bop em direção a um novo estilo conhecido como "hard-bop". A morte acidental de Clifford Brown o afetou muito. Em 1958, ele se engajou ativamente na defesa dos direitos dos negros americanos, publicando álbuns como "We insist: freedom now suite" e "Newport rebels". Na mesma época, tocou com Bernard Lubat, Manu Dibango e Salif Keita num concerto pela liberação de Nelson Mandela. Casado com a cantora Abbey Lincoln, ele participou ativamente da política dos anos 60 ao lado de Martin Luther King e Malcolm X. *No começo dos anos 80 ele trabalhou com o lendário rapper Fab Five Freddy e sofreu críticas por se associar ao gênero. Ele disse que o rap é um conjunto sonoro sem fronteiras."*Em nome da música sem preconceitos, este parágrafo, especialmente, motivou-me à homenagem. Isso aí, Max! Mostra pros puristas como se comporta um músico de verdade!"Roach, que ganhou diversos prêmios e foi professor da Universidade de Massachusetts, se destacou por seu estilo agressivo na bateria por vezes, mas que sabia fazer uso do silêncio em alguns momentos, intercalando com competência tanto baquetas quanto escovinhas.No começo desta década, Max Roach começou a sofrer de complicações devido a hidrocefalia (quantidade anormal de líquido no cérebro), o que o obrigou a diminuir suas atividades."
PS - Lester se encarregará de deixar um ou outro disco do finado para nossos visitantes apreciarem.

Um comentário:

Danilo disse...

está chovendo, mas não ouvi o rufar dos tambores.