22/06/2008

Mo' Maceo Parker

Maceo nunca decepcionou seu chefe quando era convocado a solar. Sempre inventivo, cheio de energia, fôlego e idéias, não era à toa o saxofonista predileto do boss James Brown, com quem aprendeu muito do funk que leva em sua bagagem, juntamente com o R&B e o jazz. Dessa longa e forte relação entre o jovem saxofonista e o grande pai do funk resultou um saxfonista maduro, hoje capaz de andar com suas próprias pernas. Para os amigos deixo a faixa ( ) como um breve convite ao trabalho cheio de vida desse que é uma das forças mais estimulantes do jazz atual. Com Maceo (as) estão Pee Wee Ellis (ts), Larry Goldings (key, org), Rodney Jones (g), James Madison (d), Kym Mazelle (v), Bill Stewart (d), Fred Wesley (tb) e Steve Williamson (as). O álbum foi gravado em 1991 e lançado pela Verve. Até breve!

18 comentários:

PREDADOR.- disse...

Esse "troço" não é jazz nem aqui nem na China. Menos sr.Lester. A quem você pretende enganar com esse "sonzinho vagabundo" dizendo que é jazz?

Internáuta véia disse...

Ê Predador, lá vem...
Mr. Lester fala em "jazz atual", isso não existe? Pode não ser o que nós preferimos, mas vai com calma!

Marília disse...

Toca bem o menino.

Guzz disse...

é o cara, Mr Lester! é o cara!
o puro e verdadeiro funk, recheado de soul, groove, temperado com jazz e uma metaleira da pesada

não conhecia esse disco, aproveito e recomendo seu último lançamento Roots & Grooves com direito a WDR Big Band na cozinha; cd duplo, no 1 tributo a Ray Charles e no 2 é puro funk-soul; vale conferir!

abs,

John Lester disse...

Grande abraço Mr. Guzz, nosso amigo do Charuto Jazz.

Sergio disse...

É verdade. Esse cara não é jazz... Mas que surpresa agradável ver Mr. Lester dedicar um post, mesmo que curtinho assim, a um músico desse quilate. Esse cara pode até não ser jazz. Ele é o que quiser ser. Brinca nas 11. E de macio não tem nada...

Anônimo disse...

Bom disco, já ouvi e foi lançado em edição nacional no ano passado a preço camarada.Meus quadris não resistem aos grooves de sax de "I Feel Good" de JB.JL, seu pedido é uma ordem, confira a cx(foi com duas opçoes de ilustração).Forte Abraço.Edú

Danilo Toli disse...

Predador, preste atenção no solo do saxofonista, coisa de doido! Valeu Lester, mais uma boa dica.

Salsa disse...

Som ultra balançante de Pastorius, Jaco. Tema preferido de 11 entre 10 dos novos jazzistas vitorianos. Quando eu vou à Lama faço questão de pedir "aquela do Pastorius" só pra ver a galera levantar e dançar. Valeu Lester.
Onde eu encontro a versão para desvalidos?

John Lester disse...

Prezado Mr. Salsa, tendo perdido todos os meus contatos na troca do PC, peço a gentileza de me escrever, de modo a conduzi-lo ao site adequado.

Grande abraço, JL.

Sergio disse...

Desvalidos é ótimo, Salsa.

Sergio disse...

E, perdoe a ignorância do mico, mas, quem é o baixista? O allmusic tbm não relaciona, Salsa lança o nome de Jaco. Esqueceram de relacionar justo o Pastorius?!

John Lester disse...

Prezado Sérgio, como já houvéramos resenhado em oportunidade pretérita, rara ou nuncamente um órgão se associa a um contrabaixo. Coisas de sonoridade ou incompatibilidade de gênios?

Talvez nunca saibamos. Grande abraço, JL.

John Lester disse...

Ah, sim. Depois me falem sobre o solo de Wesley ao bone. Se isso não é jazz, o que será?

Sergio disse...

Então o teclado faz a vez do baixo. Como disse antes "perdoe a ignorância do mico, mas"...

abilio disse...

Trombone estupendo!

Salsa disse...

Já está na sacola.

Anônimo disse...

Du ca..Edú