25/07/2008

Foto: Art Kane, Harlem, 1958

Prezados amigos, obrigado pela atenção às minhas palavras e também tomo a dolorosa função de informar a respeito da morte do saxofonista Johnny Griffin na tarde desta sexta-feira, dia 25, na França. Griffin estava com 80 anos e radicado na França há mais de 20 .Permanecia trabalhando e resistindo como uma das últimas figuras vivas célebres das fotos de Art Kane ,“Jazz Portrait Harlem 1958”,para a revista Esquire .A ocasião acabou se tornando a reunião dos mais importantes nomes do jazz da história dividindo o mesmo espaço físico (calçada,na pose fotográfica mais famosa).Aos 17 anos, Griffin já tocava com o vibrafonista Lionel Hampton entre o período de 45-47.Em 57, toma parte numa das formações iniciais do Art Blakey Jazz Messengers .Depois, entra no grupo de Thelonius Monk em 58.No início dos anos 60, Griffin forma um quinteto dividindo liderança com o saxofonista Eddie "Lockjaw" Davis de grande popularidade no mercado jazzístico em razão do dinâmico e incandescente som produzido pelo grupo. Em 63, seguindo às pegadas de seu colega de sax e amigo,Dexter Gordon e por problemas fiscais e pessoais se “refugia” na Europa.Fixando residência entre a Holanda e França .Tornando-se ,nessa fase, membro e principal solista da Kenny Clarke –Francy Bolland Band entre 67-72.Nos anos 70 grava pra diversos selos entre eles :  Pablo, Inner City, Galaxy. 

Em 1978, retorna ao mercado americano do jazz .Nos anos 80 e 90 mantém constante atividade em turnês e gravações, inclusive na participação como protagonista de um documentário chamado “The Jazz Life Featuring Jonnhy Griffin”.Fiel a tradição de tenoristas do calibre de Coleman Hawkins,Don Byas,Ben Webster e Lester Young procurava, mesmo ao sax-tenor, proximidade à influencia de Charlie Parker na profusão de idéias, variedade rítmica e liberdade na exploração de todas as regiões do instrumento com velocidade e precisão tanto na condução lírica quanto mais livre.Tinha o apelido de “pequeno grande homem” pelo contraste de sua estatura em relação a sonoridade pessoal do saxofone. Dentre suas gravações podemos destacar : A Blowing Session (Blue Note 1957) - ao lado do trompetista de Lee Morgan e dos saxes de John Coltrane e Hank Mobley; Blowing Session Vo2 (Blue Note 1957) com Coltrane, Eddie "Lockjaw" Davis, Clifford Jordan e John Gilmore; Live in Tokyo (Inner City 1976); Return of Griffin (Galaxy 1978); Griff and Lock (Original Jazz Classics 1978). Descanse em paz. Edú.

7 comentários:

Anônimo disse...

Prezado amigo Lester, era apenas um ligeiro informe que em virtude de sua generosidade e ,principalmente, pela importância da perda de Johnny Griffin vc colocou em destaque .Para a informação dos visitantes, Griffin e o terceiro a partir da figura centralizada do trompetista Art Farmer da direita pra esquerda , sentado na murada na entrada do imóvel.Dessa foto permanecem - pra nossa sorte e eternidade do jazz vivos : a pianista Marian Mc Partland (91 anos),o pianista Hank Jones (89),o saxofonista Benny Golson(79),o pianista Horace Silver (79) e Sonny Rollins(77) que o publico brasileiro terá a chance de ver no próximo TIM Festival em São Paulo e no Rio de Janeiro.Abraço.Edú.

John Lester disse...

É...

Anônimo disse...

JL, antes que Janine e eu coloquemos o dvd Elizabeth - A Era de Ouro pra uma sessão coruja básica permita-me apontar meu erro na parte em que é mencionado o título do documentário de Johnny Griffin.Leia-se "The Jazz Life Featuring Johnny Griffin”.Bom final de semana a todos.Edú.

Salsa disse...

Edú,
eu acrescentaria à lista o disco em que Griffin e Dexter Gordon nos brindam com momentos espetaculares. Foi por mim aqui postado.

Anônimo disse...

Prezado Salsa, a lista,imperfeita , aliás,foi elaborada no calor da sensação da notícia e num exame visual rápido em minhas estantes.Sua resenha teve título “A realidade era melhor que o sonho” de 30/08/07 e destaca “Johnny Griffin meets Dexter Gordon”.Edú

Daniel Nakamura disse...

Neste link tem o nome de todas as figuras. É bem interessante.

http://www.artkane.com/fullsize/harlem/fzharlem.html

Anônimo disse...

amount emrensure mugello extensions kinship appraise copied pipewala reluctant nathan addis
lolikneri havaqatsu