16/09/2008


  • Festival Tudo É Jazz 2008 By Mr. Salsa

  • 6 comentários:

    Daniel Nakamura disse...

    Fala Lester ! Cara, vc conhece a cantora e contrabaixista Esperanza Spalding ?
    Coloquei um videozinho dela no meu blog, mas nem escrevi nada. Fiquei sem palavras....rs. Ela tem só 23 !
    Dá uma olhadela lá !
    Abração !
    http://beblogjazz.zip.net

    John Lester disse...

    Prezado Daniel, felizmente nós também estamos ouvindo a menina por aqui. As curvas do contrabaixo são magníficas, rs.

    Grande abraço, JL.

    Grijó disse...

    JL, caríssimo, anote aí o endereço novo:

    http://ipsislitteris.opensadorselvagem.org/

    É isso aí.
    E la nave va.

    Anônimo disse...

    “Anat Cohen, que, longe de ser um anátema, foi a própria anatomia do jazz..”.Roberto Mugiatti, sempre ele, melhor associação de texto e conhecimento jazzístico das ultimas três décadas, coloca suas impressões finais em três crônicas publicadas(duas delas no jornal curitibano Gazeta do Povo) sobre o festival de Ouro Preto. O endereço http://www.clubedejazz.com.br/noticias/noticia.php?noticia_id=683
    A leitura de suas palavras coloca sensação q o festival se promove diante de nossos olhos.Esplêndido.Edú.

    Anônimo disse...

    Peço licença aos amigos pra reproduzir a programação de um festival de jazz (no conceito apropriado pelo Festival de Ouro Preto de que: “Tudo é Jazz”).Trata-se de uma reunião que promove a integração de músicos paulistas e outros estados com outros de várias extremidades do globo terrestre.A programação : Sampa Jazz no Theatro São Pedro
    Entre 25 e 28 de setembro, os brasileiros Jacques Morelenbaum, Badi Assad, Paulo Moura, Benjamin Taubkin, Sim One Sou e Robertinho Silva recebem os músicos Omar Sosa (Cuba), Saskia Laroo (Holanda), Mola Sylla (Senegal), Kholwa Brothers (África do Sul), Corrie Van Binsbergen e a banda CRAM (Holanda).O Sampa Jazz que pela primeira vez é realizado em São Paulo pretende ser um permanente intercâmbio musical entre artistas brasileiros e atrações internacionais vindas de diversos países. Este ano o evento reunirá músicos do Brasil, Holanda, Senegal, Cuba, Estados Unidos e África do Sul. Voltado para a música contemporânea, o Sampa Jazz acontecerá entre 25 e 28 de setembro no palco do tradicional e belo Theatro São Pedro, na Barra Funda, com seus 92 anos de idade, o segundo teatro mais antigo da capital. Nessa primeira edição, o Sampa Jazz terá as seguintes atrações: Quinta-feira: 25/09 - às 21h00
    O violoncelista e arranjador Jacques Morelenbaum encontra o Omar Sosa Afreecanos Quartet, liderado pelo multiinstrumentista e cantor cubano que concorreu a três Grammy, com o cantor senegalês Mola Sylla, que teve participação destacada na trilha musical do filme Além do Azul Selvagem (The Wild Blue Yonder, 2005), de Werner Herzog; Sexta-feira: 26/09 - às 21h00
    Grupo Sim One Sou, da percussionista Simone Sou, que se apresenta com a violonista Badi Assad e o grupo holandês CRAM, cuja bandleader é a conceituada guitarrista Corrie Van Binsbergen, a mais premiada artista do gênero na Holanda; Sábado: 27/09 - às 21h00
    Sampa Jazz comemora os 50 anos de carreira de um grande músico, o percussionista Roberto Silva, em um encontro entre seu grupo e o duo formado pela trompetista holandesa Saskia Laroo, e o pianista americano Warren Byrd; Domingo: 28/09 - às 18h00
    O pianista, compositor e produtor Benjamin Taubkin, acompanhado pelo Núcleo de Música do Abaçaí, com a participação especial do grande Paulo Moura, encontram-se com os Kholwa Brothers, o grupo de canto a capella e percussão corporal da África do Sul.
    Serviço
    Local: Theatro São Pedro (Rua Barra Funda, 171 – tel: 3667.0499) - próximo ao Metrô e Pça. Marechal Deodoro
    Ingressos: R$ 20,00 (inteira) e R$ 10,00 (meia)
    Fonte : www.clubedejazz.com.br

    Mª. Augusta disse...

    Lester, preciasa atualizar o link para o site do Grijó! Tanks!