22/01/2009

Tirando o coelhinho da cartola

Raramente recebo ligações de Mr. Lester e, quando as recebo, emudeço de tensão. Lester e Mencken odeiam telefones e telefonemas e, sendo assim, algo terrivelmente sério forçosamente havia acontecido. Atendi e, do outro lado, ouvi um belíssimo solo à capela de Trem das Onze, com algumas citações ligeiras e bem colocadas de Paraquedista e Brasileirinho. Era Lester em mais uma de suas brincadeiras com o clarinete. Alegou que em fevereiro se apresentaria em duo com um amigo baterista no Barril 1800. O show seria em homenagem a Adoniran, mas Lester estava indeciso se a foto do cartaz deveria trazer o poeta segurando o copo com a mão esquerda ou com a mão direita. Esse Lester...

29 comentários:

Salsa disse...

Adoniram aceitaria ser considerado um ambidestro no quesito boteco.

edú disse...

Por partes :peço licença a Srta.Nadler para utilizar seu espaço para registrar a morte do saxofonista David “Fathead’ (tradução vulgar: cabeção) Newman aos 75 anos no dia 20.Newman era o saxofonista e líder dos sopros dos chacoalhantes “grooves” das gravações soul de Ray Charles pelo selo Atlantic de 54 à 63.Suas melhores, alias.Newman cruzava sem o vestígio do embaraço a fronteira divisória entre o soul e o jazz.Musico mais intimo de Ray – inclusive retratado no aclamado filme q detalhava sua vida, conseguiu manter sólida carreira nos últimos 15 anos com média de um disco a cada dois anos de bom jazz.Fortemente influenciado por Coleman Hawkins, Newman percebeu q uma boa companhia se traduz tanto na inspiração como na superação de suas próprias limitações técnicas como instrumentista.John Hicks, Carl Allen, Cedar Walton,Curtis Fuller,Jimmy Cobb,Buster Williams e outros deram uma “mãozinha” para q isso surtisse efeito.Descanse em paz.
II - Não poderia deixar de mencionar - sim , eu sei que isso é um blog de jazz - diante da figura de Adoniran os contemporâneos Henricão, Geraldo Filme,Paulo Vanzolini(unico vivo).Figuras da melhor dinastia do samba paulistano.

abílio disse...

Paula, como você faz essa mágica com as fotos?

edú disse...

Basta vc tomar todas q tú vê tudo em 3 D.Pelo q recordo - da perspectiva do berço - a foto e um filme comercial se prestaram para uma publicidade da cervejaria Antártica

John Lester disse...

Querida Paula, era para ser surpresa minha estréia no mundo do jazz-samba! Mas tudo bem, você pode.

E Edù, obrigado pelo informe triste sobre a morte de David Newman, instrumentista fantástico que Ray Charles sempre preferia chamar de "Brain" a "Fathead".

Grande abraço, JL.

Sergio disse...

Porra, Lester. "Vc me conhece" Ou melhor, vc me conhece? Eu sou aquele sem papas nem mamas. O The. The pouca memória, ainda mais sendo pego assim de surpresa... Cara, Barril 1800 é aquele daqui?

"Este espaçoso bar e restaurante da orla carioca que atrai os moradores da cidade e, principalmente, os turistas que visitam a praia de Ipanema. Com vista para a Pedra do Arpoador, de um lado, e para o Morro Dois Irmãos, de outro e os clientes podem se refrescar com bebidas geladas e variar entre petiscos e pizzas presentes no card"?

Colei essa no site.

Enfim, se for, por favor: quero te ver tocando e tomar algumas consigo... Ver se consigo, pq o Barril, q eu conheço não tem show ao vivo. É o ex-Jazzmaina o espaço encima adequado pra isso.

E q aquela casa famosa de jazz na Lagoa tomou o posto. C v, já estou tomando algumas, então a memória não me trouxe o nome da tradicional casa de Jazz da lagoa. Mistura Fina! Consegui!

Mas enfim, tomado de surpresa assim única coisa q tenho a dizer é que me avise. Não posso perder a oportunidade.
Abraço!

Internauta véia disse...

Ai ai ai...Com todo o respeito e até carinho pelo Adoniran, isso aqui é um espaço de JAZZ ou não?
Ainda bem que Mr. Edú voltou e não deixa a peteca cair...!
Notícia triste mas pertinente!
E que história é essa de clarinete, Barril 1800...parece que quem tomou alguma coisa com as duas mãos foi Mr. Lester,hem?

Sergio disse...

Ih. Ou será "Iq" Internauta Véia assumiu um corpo predador. "Com todo o respeito e até (...)"? Comansim? Este corpo não te pertence, boa senhora. Deixe ele para lá no além.

Bom, caro Lester, as dúvidas estão postas à mesa - e se os vinhos comparecerem, bebamos.

Andre Tandeta disse...

Mr. Lester,
querendo é só chegar mais. Sera um prazer.Otima sugestão da Sra.(ou senhorita?) Nadler.
Sr. Sergio,
o Barril 1800 é esse mesmo e ha uns 2 anos que tem musica ao vivo.Comecei em outubro de 2008. Pinte la pra conferir. Toco com meu trio as quintas e sabados as 9 horas.

Abraço

Internauta veia disse...

Por que nao "com todo respeito e ate...", em relaçao ao Adoniram? !"Corpo predador" como, se adoro Adoniran? Ou vc. ja tomou todas e nem sabe o que está teclando?
O Barril tem musica ao vivo sim, e como diz o sr. Tandeta,ha uns 2 anos...

edú disse...

Lembrei do bordão do comercial do Adoniran e ele vem a calhar: "nos estamos aqui pra beber ,ou pra conversar”.Sergião,compareça quando conseguir pra ver nosso amigo André Tandeta e registre suas impressões no Sônico.A comunidade q curte boa música agradece.

John Lester disse...

Estou com um pressentimento ruim, daquele tipo que vem quando olhamos para baixo do trigésimo andar de uma torre, de que minha estréia no Barril 1800 aqui da Barra do Jucu vai pro brejo...

Qualquer coisa, fecho com André Tandeta, quintas e sábados, na Vieira Souto, 110.

Se nada der certo, ingressarei na publiciadade e propaganda.

Grande abraço e obrigado pela visita Sérgio, JL.

Sandra Leite disse...

E SP fica como Sir Lester?

Salsa disse...

Aê, eu vou nessa. Tenho uma passagem e uma diária em hotel. Vou na quinta, fico na esbórnia até de manhã (posso até economizar o hotel) e volto na sexta. Vamos conferir mr tandeta e seus tambores cantantes.

Sergio disse...

Agora tudo explicado. André Tandeta. Claro que conheço! No mínimo desde os 80s. E toda a parceragem - a maioria dela. Inclua-se o sempre gente boa Vitinho Biglione, velho conhecido dos tempos em que sua falecida mãe morou aqui, neste honrado Condômínio Jardim de Alah - vulgo "Jornalistas" para os mais antigos - Tandeta certamente conhece o local. Assim como deve ter tocado no estúdio do brother Otávio, baterista, numa casinha que ficava ao lado do restaurante natureba Alfaces, no Jardim Botânico. Frequentei muito o local, sou amigo de infância do bom baixista Guilherme Aranha que andré tbm deve conhecer. Por onde andará o Gulherme?

Mas realmente não sabia da música ao vivo no andar de baixo. Soube sim, pelos jornais, de uma transferência do Mistura Fina pro lugar onde funcionava o Jazzmania, que frequentei enquanto tal. E faz tempo essa, transferência, tipo os mesmos 2 anos. Vai ver confundi as bolas. Normal. Quem me conhece melhor diria, normalíssimo.

Mantenho o apelo: Mr Lester, por favor não se esqueça de lembrar de me avisar perto da vinda pro Rio. Se der, claro.

No mais... dona IV, por favor e se der, claro, perdoa a total falta de tato. Quem sou eu pra me imiscuir nos ortodoxos assuntos da frequência do melhor blog de jazz do planeta? Uma espécie ABL do gênero... Isso que dá beber cerveja e não chá.

John Lester disse...

Prezado Sérgio, o Jazzseen é tão bom que já foi indicado inclusive ao Prêmio Dardos, aquele em que o premiado serve de alvo. Quer mais o que?

Grande abraço, e obrigado pela visita, você que é um de nossos amigos mais antigos, JL.

Andre Tandeta disse...

Sera uma enorme satisfação ser ouvido por meus amigos e amigas do jazzseen aonde quer que seja.
Sra.(ou senhorita?)Sandra : mesmo sabendo que seu interesse é ouvir nosso amigo Mr. Lester tomo a liberdade de dizer que estou nesse ano de 2009 dedicado a ir mais vezes a São Paulo onde tenho alguns projetos.Tocar ai em Sampa com meu trio é mais um deles. Meu amigo Sizão Machado ja esta escalado ficando de tentar os lugares possiveis para o trio tocar.Mr.Lester é ,obviamente, sempre meu convidado, caso apreça, seja Rio, São Paulo ,New York ou Timbuctu e nos brindar com sua "mensagem musical"(como diria o saudoso Eloir De Morais). E assim que agendar algo por ai informarei aos amigos do jazzseen .A Sra.(ou senhorita) esta convidada, caso venha ao Rio, a conferir nosso som la no Barril 1800.Alias ontem o trio teve o enorme prazer de receber para uma super canja o grande saxofonista Eduardo Neves. Um grande musico .
Abraço

coimbra disse...

Agora preciso de um esclarecimento após tanta gente conversar depois de uma dose de Adoniran- papo sério. Então o Andre Tandeta faz temporada no 1800, nas costas, mais embaixo, do atual Mistura Fina, no Arpoador e o Sizão Machado está lá, tocando ??!! Esse paulista baixista, um dos maiores músicos deste Brasil e um dos maiores conhecedores do puro jazz, é motivo para comparecermos nessa casa para louvar a boa música. Qual o real esquema, quem toca e quando?

John Lester disse...

Prezado Rogério Coimbra, bom demais ter sua presença.

Nosso amigo André Tandeta, baterista e colaborador do Charuto Jazz, está toda quinta e sábado no Barril 1800, em trio.

Você, que sempre perambula pelas boas livrarias, bares e ruelas de Ipanema, passe por lá e deixe um abraço do Clube das Terças e do Jazzseen para ele.

E volte logo: o clube não é o mesmo sem a sua presença.

Grande abraço, JL.

edú disse...

Dando uma de porta-voz de meu "mano mais velho", Tandeta,o Sizão Machado mora em São Paulo( minha provincia) e esta montando um novo trio com o André por aqui.O trio do André no Barril é com João Rebouças e Romulo Gomes.O Sizão é certamente um dos maiores baixistas do pais.Outro radicado por aqui e também um dos maiores contrabaixistas brasileiro é o Zeca Assumpção.Cuja modéstia incita inveja de nós mortais ao saber - num momento "Contigo" - q ele namorou a Maitê Proença quando ela tinha 19 aninhos por dois anos.

Andréa disse...

legal, não quero ficar fora dessa, faremos um mutirão de blogueiros!!!
lindo isso que estou ouvindo, deu água na boca!
voilá!
avise em letras grandes e em bom som!!
beijos

Andre Tandeta disse...

OH,sorte!
Grande Edú! Obrigado pela competentissima acessoria. Estou até um pouco sem jeito ,digamos, por estar ocupando esse espaço todo.
Salsa: apareça quando quiser,sera um prazer.Estamos la até 19 de fevereiro.
Mr.Lester, é serio: muito obrigado mesmo,pela sua infinita paciencia comigo. Não vou abusar mais dela falando o quanto nos musicos precisamos de apoiao etc e tal.
A todos pela super força muito obrigado e vamos em frente.
Abraço

Sergio disse...

Oh, oh, oh... Já estamos no carnaval?

Sandra Leite disse...

André Tandeta - Senhorita, por enquanto:) E não é apenas Sir Lester que quero ouvir. Quero ouvir todos do Jazzseen. É que a descrição do telefonema da Paula Nadler me permitiu viajar...Muulheres e telefones...rs
Poderia ter uma agenda aqui no blog com as apresentações Aí acompanharia sempre:)
(fã e pedinte é dose):P

Internauta veia disse...

Eu estarei lá na quinta, 2 de fevereiro...aproveitar enquanto não acaba!

FIGBATERA disse...

Puxa, estou pasmo com o pessoal que mora no Rio e ainda não sabia do som no Barril; eu que sou "mineiroca" já o frequento desde o início das temporadas de "música ao vivo". Inclusive já toquei lá em várias "canjas" com o Bertrami, Marcos Ariel, Toca Delamare, Alfredo Cardim (tb canjeando), Hamleto Stamato e já assisti algumas vezes tb o Tandeta Trio. Na próxima semana devo ir ao Rio e estarei lá novamente.

Interneuta veia disse...

Êêê internauta veia veia...
Na quinta,5 de fevereiro!

coimbra disse...

Vcs conhecem o TriBoz ? Esse é o bar mais cult jazz do Rio, com muita gente da Europa.

John Lester disse...

Está anotado Mr. Coimbra.