20/09/2011

Último clip da menina...



Saudades...

32 comentários:

Luna Sanchez disse...

Saudades sim.

...

John Lester disse...

E ainda tem gente que não gosta dela. Fico sonhando com um álbum dela, só com baladas clássicas do jazz...

Grande abraço, JL.

pituco disse...

master lester,

a moça mandava bem...e como já comentei no fb...que arranjaço de mr.calandrelli

abraçsonoros

Roberto Scardua disse...

É isso Lester, já pensou a Amy ao lado de um Wynton Kelly no piano e um Lester Young no tenor? Dá água na boca só de imaginar!

Grande abraço, JL.

José Eron Lucas Nunes disse...

Aqueles que preferiam atentar para outras facetas da Amy, são os mesmos que preferem falar da orientação sexual do Elton John a reconhecer o seu talento. É um tipo de pessoa "maravilhosa" que não produz nada mas fica apontando farpas em quem tem talento. Não imaginam que o artista tem um rio caudaloso de emoções que corre dentro dele e que não raramente transborda. Ela foi ótima, e sempre será. Eu que sou mais rockeiro, adoraria vê-la cantando com o Klaus Meine, do Scorpions. Um abraço!

Austri Junior disse...

olá Roberto, muito obrigado por seguir o meu blog. Seja muito bem vindo!
Parabéns pelo seu blog, muito bom. Gosteimuito!!!

Vanessa Monteiro disse...

Oiii

Obrigada pela visitinha,volte sempre tá?! rs

Adorei o seu cantinho e já estou seguindo!

A Amy era muito talentosa,uma pena o que aconteceu com ela!

Boa semana...bjosss

Roberto Scardua disse...

Prezados amigos e amigas, muito obrigado pelas visitas, sempre carinhosas, e pelos comentários, sempre sinceros. Um abraço e até breve!

Internauta Véia disse...

Que beleza...e que pena!

Érico Cordeiro disse...

Muito boa a gravação. Também gostaria de vê-la (e ouvi-la) em um contexto eminentemente jazzístico. Mas Mr. Scardua, quem sabe essa jam não está rolando em outros planos da existência???

" Amanda Lopes" disse...

Adorei o blog!!

Parabéns

cs disse...

Fantástica esta menina que a todos faz falta. :)

Cecília Romeu disse...

Roberto,tudo bem?
Nooosssa! Que voz tinha essa mulher... comparar a das grandes vozes negras norte-americanas, talvez não seja exagero!
Ótimo blog! Muito bom, Roberto.
Também estou seguindo e agradeço a visita por lá.
Beijos.

ANTONIO NAHUD JÚNIOR disse...

Bacana. Gostei do blog.

O Falcão Maltês

Fernanda. disse...

Sim! Muita saudade!

John Lester disse...

Amigos e amigas, novos e antigos, já fui massacrado publicamente por falar que o rei está nu, ou seja, que Amy era uma das poucas vozes que valeram a pena neste início de século. Infelizmente alguns 'críticos' precisam de uma chancela oficial prévia para gostarem ou não de algum músico.

Mas, no caso da Amy, a coisa é tão gigantesca que dispensa perda de tempo.

Também queria ouvi-la ao lado de Lester Young.

Grande abraço, JL.

Internauta Véia disse...

Aqui de novo, para ouvir a "menina"...

Bom demais...ainda bem que ficam as gravações...

Juan Pardo disse...

Interesante y sugerente blog el tuyo...tiene algo especial..has creado un bonito espacio.T invito a seguir mi blog.saludos poéticos.

Roberto Scardua disse...

Obrigado Juan. Passarei sim por lá. Abraço!

coloda disse...

q beleza...

SH disse...

Such a beautiful blog.

I would really appreciate your visit on mine :)

Please go on www.newyorkfashion-sh.blogspot.com

ValdirZ disse...

Valeu, garoto! Estamos por aqui, também! Forte abraço e obrigado pelo comentário! Té mais!

Sergio disse...

Pois é, mestre Lester, só pelo fato de um cara chato como você (ops, deixa eu terminar a frase) com cantoras e cantores de todos os gêneros de canto, conceituar tão bem a Winehouse (e não será pelos vinhos da Casa), já os críticos mais calcados na super-exposição midiática da moça, poderiam ou deveriam, dar uma 2ª chance à Amy…

Mas enfim, que dizer? Vão-se as figuras, principalmente quando figuraças essas são, fica a obra.

Quanto a tua vinda ao Rio de Janeiro… por falar em Amy, quantas toalhas vais exigir?

Joana disse...

maravilhoso!!!

John Lester disse...

Prezadas amigas e amigos, novos e antigos, obrigado pelas visitas e comentários.

E Mestre Sônico, note que uma das maiores reclamações do público em relação a Amy era que raramente entendiam o que ela estava pronunciando. Ou seja, a menina tinha um instrumento na voz, seu fraseado era praticamente um scat... Isso é pura música, e música instrumental feita com a voz. Pena, repito, que ela tenha se dedicado tão pouco ao jazz.

Grande abraço, JL.

●◦..Solcii..~ disse...

MUUII LINDOO TU BLOOG ;) .. TE ESPERO EN EL MIIOO ... AII TE SIGO ESPERO Q VOS TAMBIEN BESOOS :D

Frederico Bravante disse...

Obrigado Solcii, volte sempre!

Jaqueline Guerreiro disse...

poor amy.
http://somecontroversy.blogspot.com/

John Lester disse...

Quem diria, a grande Jaqueline por aqui!

Abraço, JL.

Marília Deleuz disse...

Delícia!

Rick Forrestal disse...

Great duet. Great song.
I miss Amy . . .

Anônimo disse...

Que grande dupla!!!!
Saudade de Amy.