10/07/2006

Jimmy Raney

.
JIMMY RANEY (1927-1995) – Talvez o melhor guitarrista do cool jazz, Jimmy também encarava sem qualquer receio o escorregadio ambiente do bebop. Apesar da sutileza marcante de sua guitarra, era capaz de dialogar ferozmente com qualquer virtuoso do jazz, sempre imprimindo o som único e distinto de sua guitarra. Seus melhores momentos foram ao lado de Al Haig, Stan Getz, Red Norvo e Jimmy Lyon. Antes de morrer Jimmy tocou e gravou bastante em duo com seu filho, o competente guitarrista Doug Raney. Seguem quatro álbuns que recomendo aos navegantes:  

A – Prestige OJCCD-1706-2 – 1954-1955 – Reunião de três excelentes sessões distintas: As quatro primeiras faixas (Minor, Some Other Spring, Double Image e On The Square) foram gravadas em 28 de maio de 1954 com o quarteto formado por Hall Overton (p), Teddy Kotick (b) e Art Mardigan (d). As faixas 5 a 8 (Spring Is Here, One More For The Mode, What’s New e Tomorrow, Fairly Cloudy) são de 18 de fevereiro de 1955 e as faixas 9 a 12 (A Foggy Day, Someone To Watch Over Me, Cross Your Heart e You Don’t Know What Love Is) são de 8 de março de 1955, todas em quinteto com John Wilson (t), Hall Overton (p), Teddy Kotick (b) e Nick Stabulas (d).  

Two Jims And A Zoot – Mobile Fidelity MFCD 1-833 – 1964 – Elegância e descontração num ambiente bossa-nova ao lado de Jim Hall (g) e Zoot Sims (ts). Contém as faixas A Primeira Vez, Manhã De Carnaval, Este Seu Olhar, Coisa Mais Linda, entre outras. 

Complete Live In Tokyo – EPM FDC 5157 – 1976 – Relançamento em cd do excelente lp Xanadu 132, talvez este seja o melhor trabalho de Jimmy. Acompanhado nas nove primeiras faixas (How About You, Darn That Dream, Anthropology, Watch What Happens, Just Friends, Autumn Leaves, Stella By Starlight, Here's That Rainy Day e Cherokee) pelos competentes Sam Jones (b) e Leroy Williams (d), Jimmy recebe os convidados Charles McPherson (as) e Barry Harris (p) nas duas últimas (Groovin’ High e Blue ‘N’ Boogie).  

Wisteria – Criss Cross 1019 – 1985 – Outro excelente trabalho de Jimmy, dessa vez com a presença perfeita dos mestres Tommy Flanagan (p) e George Mraz (b). 

Logo ali em cima, na quarta faixa do Gramophone Jazzseen, você ouve Groovin' High, do álbum Complete Live In Tokyo. Boa audição.

7 comentários:

Zidane disse...

Pôm não sabia que o garoto tocava isso tudo não...

Valeu!!!

Salsa disse...

Eu acabei de receber o disco "jazz guitar rarities" que reune alguns momentos de Jimmy ao lado de Stan Getz quintet (1948), Al Haigh quartet (1948), Herbie Steward quintet (1950)e o quinteto de Jimmy (1956). Nenhuma das faixas citadas por você fazem parte dessa seleção.

Salsa disse...

PS: é aquele tipo de gravação para colecionador. Deve ter sido gravado com um microfone.

bia disse...

Nada como acordar 5:40 da manha e ouvir jazzseen...

Delícia.

Pinto Souto disse...

Menina madrugadora, essa. E gosta de jazz...

Internauta véia disse...

Ótima seleção, é bom demais ouvir música desse nível, parabéns pelo blog.

olneyfig disse...

Tb adoro "navegar" ouvindo o excelente repertório do Jazzseen; parabéns!!!