30/01/2007

Plus Jazz Quartet


Cansados de tocar em duo, eu e Vítor Pascoal criamos o Plus Jazz Quartet para propiciar um pouco mais de espaço para as evoluções sonoras. Convidamos, então, Rafael Pinheiros (bateria) e Dênis "Feijão" Ramos (baixo), dois jovens músicos vitorianos, para incrementar parada. Estrearemos hoje, às 20:00h, no Balacobaco e repetiremos a apresentação na próxima sexta-feira, 02 de fevereiro, às 21:00h, no Café Touché (fica no Partenon Pasárgada Hotel, em Itapoã, Vila Velha). O repertório contará com temas de Cole Porter, Monk, Mingus, Coltrane e mais um monte de aclamados jazzistas. Também faremos algumas releituras de novos standards e, como sempre, tocaremos alguma coisa da boa e velha bossa nova. Infelizmente, por uma questão logístico-financeira, serão apenas essas apresentações (nesse mês).
PS - Na foto, da esquerda para a direita: Rafael, Salsa, Vítor e Dênis.

9 comentários:

João Luiz disse...

Estarei no Balacobaco com uma lista de pedidos musicais do repertorio do grande Monk. Vai afinando os instrumentos sr. Salsa Plus Jazz 4Tet.

Salsa disse...

não se assanha, não, sêo João.

John Lester disse...

Agora só falta o trompete!

Estarei lá hoje.

JL

Rodrigo disse...

contem com minha presença.

Vinícius disse...

coloca uma gravação de vcs ai para agente ver se vcs são do ramo.

John Lester disse...

Se pedissem para que fosse sincero, eu diria que o som do grupo merece um nome melhor. Plus Jazz tá uma m Mr. Salsa.

Sugiro algo como Quarteto da Ilha ou Moqueca Jazz, sei lá.

Please, mude esse nome. Afinal, Less is more.

Salsa disse...

Vai ficar assim mesmo, bigboss

João Luiz disse...

O nome certo deveria ser "Jazzseen Quartet". Aproveitando quero dizer aos amigos do clube das terças que ontem não foram no Balacobaco: um poque iria ver a namorada, outro porque tinha arrancado um dente ciso na semana passada e estava com a hemorróida ardendo, outro porque a patroa não lhe dera o competente "corpus Christi", outro porque estava com dor na bunda, outros sei lá porque. Uma cambada de "viadinhos frouxos". Perderam uma grande apresentação de Mr. Salsa e seus meninos, contando ainda com a "canja" do competentissimo harmonicista de boca(gaitista) Afranio de Freitas,que deu um verdadeiro show, com apresentações musicais repletas de improvisações, de grande beleza harmonica e com muito liricismo. Quem não foi, por certo, já deve estar arrependido.

zé bodega disse...

Sim! Jazzseen Quartet, grande nome!