05/02/2007

O bigode de Golson

O segundo passo, algo arriscado, no processo de estirpação da minha deprê foi ouvir um representante da velha guarda. Benny Golson veio sutilmente me convidar para acabar com a farsa: "The masquerade is over, man! Pega o sax e toca, pô! Olha pra mim, aqui, com meus trocentos e tantos anos, com meu bigodinho pintado, mandando ver nesse disco de 2003, ao lado dos carcamanos Massimo Farao (p), Aldo Zunino (b) e Bobby Durham (ds, que não é carcamano). Tem gente que olha de banda para mim até hoje e eu tô me lixando". Deixei-me levar pelo sopro warm do velho Golson e me enveredei pelo bom e descansado sono. Deixarei ali no Gramophone by Salsa.

2 comentários:

Jazzseen disse...

Como eu sempre disse: Mr. Salsa não é para qualquer um.

Salsa disse...

Que estória é essa, sr jazzseen? Essa frase está meio tensa